Menu

Logo 5 2017 SemSlogan

Tiago Oliveira

Tiago Oliveira

Santo André abriu mais de 5 mil empresas em 2021

Dados da Junta Comercial do Estado de São Paulo refletem recuperação econômica da cidade

Santo André, 9 de junho de 2021 - A cidade de Santo André registrou a abertura de 5.007 empresas em 2021, de acordo com dados da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). O número representa o saldo entre o total de empresas criadas e fechadas no ano, e mostra a recuperação da economia da cidade.

“Mesmo em meio à pandemia, a nossa cidade não deixou de crescer e de gerar oportunidades para a nossa gente. Os números refletem todo o nosso esforço para manter a economia aquecida e para fortalecer Santo André como um destino atrativo para novos investidores. Por isso, desburocratizamos o processo para aberturas de empresas, investimos em parcerias para oferecer capacitação para a nossa gente, com os cursos da Escola de Ouro, em um trabalho que não para mais”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

De acordo com a Jucesp, Santo André conta com 80.334 empresas ativas e o tempo médio de abertura de empresas na cidade é de dois dias.  

Desde o início da pandemia, a Prefeitura tem anunciado diversas medidas para auxiliar os empreendedores e mitigar os efeitos da crise provocada pela Covid-19.

Entre as medidas está a prorrogação até 30 de novembro o pagamento do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) fixo e do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de imóveis comerciais e imóveis de uso misto, sem juros ou multas.

A Prefeitura também criou o Renegocia 2021, que permite aos munícipes renegociarem suas dívidas com a Prefeitura. O programa está em vigor desde 24 de maio. Quem, por exemplo, parcelar a dívida em até três vezes, terá redução de 100% dos juros de mora e da multa moratória.

Há diversas opções de parcelamento, podendo chegar a pagamento em até 60 vezes, com redução de 55% nos juros e multa. O munícipe terá até 20 de agosto para aderir ao programa.

A capacitação também é um dos objetivos da gestão. Além dos cursos da Escola de Ouro Andreense, a Prefeitura lançou o CapacitaTech, que reúne e oferece oportunidades para mais de 7.000 cursos gratuitos na área de Tecnologia da Informação.

Coca-Cola inicia obras para instalar centro de distribuição em Santo André

Com investimento de R$ 100 milhões, espaço deverá gerar aproximadamente 400 empregos na cidade

Santo André, 1º de outubro de 2020 - Cada vez mais atrativa para receber investimentos, Santo André terá a instalação de mais uma grande empresa. Nesta quarta-feira (30), começaram as obras do centro de distribuição da Coca-Cola FEMSA, com valor de investimento na casa dos R$ 100 milhões e expectativa de geração de 400 empregos diretos na cidade.

A unidade está sendo construída em um terreno localizado na avenida dos Estados, e ocupará uma área de aproximadamente 90 mil metros quadrados. O projeto foi aprovado na última sexta-feira (25) de maneira célere por meio da plataforma Acto, e as obras deverão ficar prontas em até oito meses.

A instalação da empresa em Santo André visa facilitar a distribuição dos produtos da marca em toda região do ABC, além de parte das zonas Sul e Leste de São Paulo e da Baixada Santista.

“A nossa Secretaria tem se pautado em três pilares fundamentais, que são melhoria no ambiente de negócio, competitividade das empresas e qualificação e capacitação da mão de obra local. Seguimos firmes no caminho de desburocratizar, simplificar e agilizar esses novos projetos e investimentos para a cidade, que além de tudo também gera emprego, o que é essencial neste momento pós-pandemia”, afirmou o secretário Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

A chegada da Coca-Cola é mais um entre diversos outros investimentos feitos em Santo André. Nos últimos meses, o segundo subdistrito também contou com a inauguração do supermercado Nagumo e com o anúncio da instalação da Havan. Juntas, Coca-Cola, Nagumo e Havan deverão investir cerca de R$ 180 milhões na cidade.

Um dos motivos que explicam esta atração de investimentos no município é o pioneirismo na digitalização integral dos serviços oferecidos pelo Departamento de Controle Urbano (DCUrb). Em agosto, a Prefeitura atingiu a marca de mil alvarás digitais aprovados, utilizando a ferramenta Acto.

Texto: Renan Muniz

Foto: Alex Cavanha/PSA

Assinar este feed RSS