Menu

Logo 5 2017 SemSlogan

Santo André lança programas de atendimento psicológico na rede municipal e busca ativa para redução da evasão escolar

Santo André lança programas de atendimento psicológico na rede municipal e busca ativa para redução da evasão escolar

Iniciativas inovadoras contribuirão para maior atendimento de qualidade nas escolas

Santo André, 3 de novembro de 2021 – A Secretaria de Educação de Santo André apresentou nesta quarta-feira (3) dois programas inovadores na rede municipal: Con_Viver Bem e Nenhum a Menos. Na ocasião, cerca de 100 gestores da Educação conheceram os detalhes das iniciativas no auditório do Centro de Formação de Professores Clarice Lispector.

Para a secretária de Educação, Cleide Bochixio, os projetos foram idealizados para fazer a diferença na vida dos alunos. "De maneira inovadora utilizaremos estes recursos da melhor maneira possível. Com o engajamento de todos os envolvidos trabalharemos pelas crianças e suas famílias. Educação é uma forma sustentável de sobrevivência", pontuou.

Programa Con_Viver Bem– A iniciativa conta com 20 psicólogos com múltiplas expertises para atender prioritariamente professores da rede de ensino municipal de Santo André, equipe gestora, outros profissionais que compõem a unidade escolar e a comunidade.

O objetivo é apoiar emocionalmente os profissionais das escolas, com propostas coletivas e, se necessário, casos individuais poderão ser encaminhados. “São propostas formativas nas reuniões pedagógicas e encontros coletivos de docentes e equipes gestoras, ouvindo, desenvolvendo dinâmicas para colaborar na superação de dificuldades pós pandemia, bem como com o objetivo macro de saúde mental preventiva, assim como no cuidado para com o estabelecimento das relações interpessoais que reflitam positivamente na vida pessoal e profissional de cada um”, destacou a gerente de Educação Inclusiva, Sandramara Gerbelli.

Nenhum a Menos – Programa tem como finalidade garantir a permanência dos alunos nas escolas a partir da ação de 33 assistentes sociais que, em casos de evasão, irão em busca do aluno, identificando os motivos que o levou a evadir ou abandonar a escola.

Vale destacar que, para o desenvolvimento do programa, há a “plataforma de busca ativa escolar” que permite armazenar dados e registros necessários, além serviços oferecidos pelas secretarias envolvidas nos serviços de atendimento. O programa tem caráter intersetorial, contando com setores da Saúde, Assistência Social, Desenvolvimento Econômico e Fundo Social de Solidariedade, por meio da Escola de Ouro Andreense, .

“Temos que estar com nossos alunos dentro da escola. Cabe a nós, contando com a intersetorialidade disponível em nossa ferramenta, fazer com que os alunos se sintam pertencentes às escolas, com carinho e acolhimento. Esta é nossa responsabilidade e desafio”, concluiu a coordenadora do programa Nenhum a Menos, Elin de Freitas Monte Claro Vasconcelos.

Texto: Caroline Terzi
Foto: Alex Cavanha

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo