Logo
Imprimir esta página

Santo André realiza evento “HIV ABC+DMR” Destaque

Foto: Alex Cavanha/PSA Foto: Alex Cavanha/PSA

 Evento contou com a participação presencial de cerca de 60 pessoas e também foi disponibilizado em formato virtual

Santo André, 26 de outubro de 2021 – No último sábado (23) foi realizada a segunda edição do "HIV ABC+DMR". Com o tema central "Qualquer carga viral importa?", a programação abordou ainda a proteção contra a Covid-19 pelas vacinas, a testagem para avaliação de imunidade, além dos avanços no tratamento da infecção pelo HIV.

“Esse é o segundo evento que fazemos, o primeiro foi em 2019 e não conseguimos realizá-lo em 2020 em virtude da pandemia. Com certeza é uma vitória estarmos conseguindo realizar esse evento de forma hibrida no novo normal. Esse provavelmente vai ser o último evento que eu participo como coordenador e encarregado desse serviço, então pra mim tem um significado especial. Faz a gente lembrar que nesse final de ano esse serviço completa 31 anos e hoje traz representantes assim como eu, aqui hoje, e a partir dali nós fomos tentamos construir um serviço e o programa de IST/Aids”, explica o infectologista e responsável técnico pelo Ambulatório de Referência em Moléstias Infecciosas (ARMI), Humberto Barjud Onias.

O evento aconteceu no Hotel Bristol, localizado na avenida Industrial, 885 e contou com a participação presencial de cerca de 60 pessoas que foram recepcionados com apresentação de violinopelo músico Thiago Brisolla.

“E a construção se confunde com a construção do próprio SUS. Coisas tão comuns como acolhimento e porta aberta foram coisas que começaram nesses serviços e, com certeza, orgulha todos nós que estávamos lá desde o começo. Um SUS que, infelizmente, passa hoje por um risco de desmonte e a nossa tarefa como profissionais da área da saúde é continuar lutando, tendo resistência e resiliência de defendê-lo sempre e mostrar que ele pode funcionar muito bem”, completou Dr. Humberto.

A iniciativa também foi disponibilizada em formato virtual, com o propósito de interação e troca de experiências entre os serviços de infectologia das cidades da região e os profissionais da área da saúde. O evento ocorreu seguindo todas as medidas de segurança com teste antígeno nasal e distanciamento social.

A palestra contou com a participação dos professores e doutores Humberto Barjud e Elaine Matsuda (CME Infectologia de Santo André), Luís Brígido (IAL/SP), José Vidal Bermudez (Instituto Emilio Ribas), Ricardo Diaz (Unifesp) e Melissa Medeiros (Fortaleza/CE) que abordaram temas como “Estou protegido? Entendo as vacinas e os testes utilizados na avaliação da imunidade contra a covi-19”, “Qualquer carga viral importa?”, “O que importa no paciente infectado?” e “Quem são os pacientes elegíveis para Darunavir 800mg?”.

“Temos que retomar essa paixão pelo que a gente faz e lembrar que somos SUS. A nossa proposta desde o primeiro evento era foi unir os programas da região, pois os programas são como se fossem bairros de São Paulo, estamos aqui para ajudar o outro, somos um grupo só aqui no ABC e não temos limites. Um município está do lado do outro e SUS é isso. estamos aqui para isso, A gente pretende não deixar a peteca cair, esperamos que as próximas gerações mantenham o nosso espírito pois estamos lá para resolver os problemas dos pacientes e não os nossos. São 40 anos de AIDS, serão mais 40, 80, 100, mas será de outra maneira, assim como quem estava no começo da pandemia lembra o que era antes e o que é hoje e que muitas vezes é mais fácil do que tratar uma hipertensão e é isso que tentamos passar para o paciente e continuar lutando para uma cura no futuro", explicou a médica infectologista e coordenadora científica do evento, Dra. Elaine Monteiro Matsuda.

Histórico - O município possui um serviço de referência em infectologia há 30 anos, tendo iniciado os primeiros atendimentos no C. S. Escola de Capuava e, desde 1992, passou a atender no mesmo prédio onde funciona a UBS Vila Guiomar. Desde então a demanda pelos atendimentos cresceram, bem como o número de profissionais, o que permitiu que este serviço fosse ampliado e tivesse um novo local com mais estrutura e segurança aos usuários, localizado no Centro Médico de Especialidades da Vila Vitória.


Dados de HIV – Durante o primeiro ano da pandemia houve uma pequena queda nos casos de HIV/Aids em Santo André, no entanto, os números voltaram a subir em 2021. De janeiro a outubro de 2021 houve 221 notificações, em 2020 houve 83 notificações e em 2019, ano anterior ao início da pandemia, houve 114 notificações.

Os testes são realizados em todas as unidades de saúde de Santo André ao longo do ano. O Centro Médico de Especialidades Referência em Infectologia, localizado na Vila Vitória, possui um ambulatório adulto e infantil que atende, em especial, os portadores de hepatites virais B e C crônicas, de HIV/Aids, além de integrar os atendimentos dos casos de tuberculose extrapulmonar. O serviço também conta com o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), responsável por ofertar testes rápidos para sífilis, hepatites B e C e HIV, e dispõe de equipe de assistência às vítimas de abuso e violência sexual.

No Centro Médico de Especialidades há cerca de 2.742 pacientes em terapia para o tratamento do HIV e 313 pacientes em uso de Prep (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV).

Texto: Rafaela Mazarin

 

ATENDIMENTO
1 - Atendimento Presencial da Praça de Atendimento do Paço Municipal
Atendimento realizado mediante agendamento prévio pelo Portal de Serviços\Agendamentos ou pelo atendimento telefônico nos números 156 ou 0800 019 19 44
Prédio da Prefeitura Municipal - Praça IV Centenário,01 Térreo I , Centro
Horário: de segunda a sexta-feira das 07h as 18:45h.

2 - Atendimento Presencial Descentralizado
. Posto de Atendimento Paranapiacaba - Avenida Antônio Francisco de Paula Souza, s/n, Parte Baixa – Horário: de segunda a sexta feira 09h as 15h. Agendamento e Informações: 4439-1300
. Posto de Atendimento Parque Andreense - Rodovia Índio Tibiriçá, km 39,5, Parque Andreense – Horário: de segunda a sexta feira 09h as 15h. Agendamento: 4439-5005; Informações: 4439.5000 ou 4439-6542

3 - Atendimento Telefônico
. 156 ou 0800-0191944 - PABX: 4433-0111 - Horário: de segunda a sexta feira 08h as 17h.