Menu

Logo 5 2017 SemSlogan

Escola de Ouro Andreense retoma cursos gratuitos presenciais

Escola de Ouro Andreense retoma cursos gratuitos presenciais Alex Cavanha/PSA

Iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Santo André está presente em quatro locais da cidade

 A Escola de Ouro Andreense retomou as aulas presenciais dos cursos de qualificação profissional gratuitos, ministrados em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Santo André. São 16 cursos em andamento e a meta é atender 500 alunos até o final deste ano.

“A retomada presencial dos cursos da nossa Escola de Ouro é um momento de grande felicidade. Estamos vencendo a pandemia, com a contribuição de cada andreense. E agora podemos de novo levar conhecimento, geração de renda, dignidade e muito amor para os munícipes de Santo André”, ressaltou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

A Escola de Ouro Andreense é uma iniciativa da Prefeitura de Santo André, por meio do Fundo Social de Solidariedade, que unifica todos os cursos gratuitos de qualificação oferecidos pela administração municipal.

O prefeito Paulo Serra destacou o esforço que envolve todas as secretarias para a geração de emprego e renda no município. “Nós esperamos muito por esta retomada. A Escola de Ouro vai continuar crescendo e oferecendo cursos de capacitação para a nossa gente. Vem muitas novidades por aí. Este é um dos principais programas da nossa gestão no pós-pandemia. Santo André se preparou e mais uma vez sai na frente”, completou.

Retornaram ao formato presencial os cursos de Costura I, Costura II, Costura Modular, Depilação e Designer de Sobrancelha, Assistente de Cabeleireiro, Manicure, Maquiagem Profissional, Barbearia, Panificação Artesanal, Confeitaria, Oficina Escola da Beleza, Oficina Escola da Gastronomia, Construção Civil, Informática, Cartonagem e Artesanato.

Ana Lucia de Souza, moradora da Vila Metalúrgica, é aluna de artesanato. Ela comemorou o retorno do curso presencial. “Neste espaço nós temos uma nova visão de vida, fazemos novas amizades e temos chance de ter uma renda extra. Fiquei muito feliz em rever minhas colegas de turma”.

Lilian Mayumi já fez outros cursos promovidos pelo Fundo Social, mas é a primeira vez que está na turma de costura. A moradora do Parque João Ramalho revelou algumas conquistas. “Eu pensei que não fosse capaz de fazer uma bolsa, de pregar um zíper, mas a professora nos ensina com muito amor e paciência, e acabamos conseguindo. Agradeço a todos que nos proporcionam esta oportunidade”.

Silvana de Almeida Pires é professora no curso de panificação há quatro anos e destaca a importância da iniciativa do Fundo Social. “É um privilégio retornar com o nosso curso e com uma turma muito atenta e participativa. Devemos agradecer toda a infraestrutura que temos da Prefeitura num curso gratuito. A maioria dos nossos alunos não teria condições financeiras de bancar um curso pago”.

As aulas gratuitas acontecem na sede do Fundo Social de Solidariedade (localizada na Craisa), na Praça Maria Mariano (Sítio dos Vianas), na Praça da Mocidade (Jardim Cristiane) e na Praça da Cidadania (Jardim Santo André). Para mais informações o munícipe pode entrar em contato nos telefones 4996-2334 e 4996-2673.

 

Texto: Anderson Afonso

Última modificação emTerça, 05 Outubro 2021 06:29

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo