Menu

Logo 5 2017 SemSlogan

Equipes da Patrulha Maria da Penha prendem três homens que descumpriram medidas protetivas

Equipes da Patrulha Maria da Penha prendem três homens que descumpriram medidas protetivas

GCMs realizavam patrulhamento de rotina neste fim de semana quando foram acionados para atender as ocorrências

Santo André, 23 de agosto de 2021 - As equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Santo André, que prestam serviço na Patrulha Maria da Penha, prenderam três homens neste fim de semana por descumprimento de medidas protetivas. Nos três casos, os detidos estavam invadindo as residências das mulheres protegidas por força da lei.

Dois dos detidos são ex-maridos das vítimas, que tentaram invadir as residências das ex-mulheres. Um dos casos aconteceu na rua Taguatinha, na Vila Príncipe de Gales, e o outro na rua Por do Sol, no bairro Cata Preta.

O terceiro detido é filho da vítima, que invadiu a casa da mãe, localizada na rua Cambuquira, na Vila Linda. Nesta ocorrência os GCMs foram acionados por vizinhos após o agressor arrombar o portão do imóvel.

Desde o lançamento da Patrulha Maria da Penha, em outubro do ano passado, foram 808 medidas protetivas expedidas na cidade e 267 estão em acompanhamento direto pelos GCMs. O município firmou convênio com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para que a Guarda Civil Municipal exerça seu papel de proteção e fiscalizção da integridade física de mulheres acometidas por crimes de violência doméstica, bem como do ciclo de atuação da Lei Maria da Penha.

“Temos que nos manter alertas no sentido de proteger cada vez mais as mulheres que são vítimas de violência, e punindo com severidade e no rigor da lei os homens que cometem esse tipo de crime. A nossa Patrulha Maria da Penha, desde o seu lançamento, mostra que é um programa e iniciativa de governo de sucesso e que funciona, focado sempre na preservação da vida”, destacou o secretário de Segurança Cidadã, Edson Sardano.

Texto: Daniel Betega

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo