Logo
Imprimir esta página

Prefeitura apresenta balanço do Plano de Resposta ao Impacto Econômico da Covid-19

Prefeitura apresenta balanço do Plano de Resposta ao Impacto Econômico da Covid-19 Angelo Baima/PSA

 Administração mostrou ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico os resultados das ações implementadas durante um ano para a retomada da economia

Santo André, 17 de junho de 2021 - A Prefeitura de Santo André apresentou nesta quinta-feira (17), durante a 15ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, o balanço de resultados do “Plano de Resposta ao Impacto Econômico da Covid-19”, pacote de iniciativas que teve início em julho de 2020 para proteger a economia da cidade em meio à crise provocada pela pandemia.

O plano de resposta imediata teve como foco cinco etapas: equilíbrio de finanças, desburocratização para melhoria no ambiente de negócios, apoio para busca de melhores resultados nas vendas, capacitação para adequação do negócio, e programas de apoio e qualificação para recolocação profissional.

O programa foi operacionalizado por várias secretarias da administração, dentre elas Desenvolvimento e Geração de Emprego, Fundo Social de Solidariedade, Mobilidade Urbana, Cultura, Comunicação, Meio Ambiente e Inovação e Administração.

“Gestores públicos devem e precisam atuar com firmeza e assertividade sem perder a visão de futuro”, disse o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato. Segundo o secretário, o conjunto de ações para o combate à pandemia e o fomento de uma rápida e plena recuperação econômica já executado, além de várias outras ainda em andamento, somente ocorreu graças à proximidade, diálogo permanente e iniciativas conjuntas com os diversos atores de nosso ecossistema.

“A capacidade de observarmos, planejarmos e agirmos tem contribuído para construirmos um legado e transformarmos, positivamente, a vida das pessoas. Temos um propósito muito claro em apoiar e estimular a educação e o empreendedorismo como meios para permitir que as próximas gerações prosperem”, acrescentou Banzato.

Como forma de equilibrar as finanças, as iniciativas tiveram foco em ampliar o acesso aos descontos, estímulos fiscais, oportunidades de crédito e na promoção de informações para auxiliar nas finanças das empresas. Para tanto, foram liberados R$ 2,16 milhões para empresas por meio do Banco do Povo Paulista, além de aporte de R$ 1 milhão adicionais ao Banco. Também foram realizadas as prorrogações do ISS Fixo, IPTU, Taxas, parcelamentode dívidas e alvarás de obras.

Ainda nos esforços para equilíbrio financeiro dos negócios, por meio do programa Renegocia 2021, os munícipes podem renegociar suas dívidas. Quem, por exemplo, opta por parcelar a dívida em até três vezes, tem redução de 100% dos juros de mora e da multa moratória. Há diversas opções de parcelamento, podendo chegar a pagamento em até 60 vezes, com redução de 55% nos juros e multa. O munícipe terá até 20 de agosto para aderir ao programa. Para informações e adesão ao parcelamento, o cidadão pode acessar o site https://www.santoandre.sp.gov.br/PortalServico/default.aspx/ ou entrar em contato pelo telefone 0800 0191944.

A etapa de apoio para melhores resultados de venda foi fundamental no momento mais crítico da crise. Foram realizadas parcerias com startups como Keepz e Ganhe Você, que possibilitaram aos comerciantes locais a divulgação gratuita dos serviços em plataformas digitais. Já em 2021 foi fortalecida a parceria junto à Associação Comercial e Industrial de Santo André (Acisa), no âmbito do programa Prestigie seu Bairro, Compre em Santo André.

Também foi prestado apoio a outros setores da economia mais diretamente atingidos pela crise. Os transportadores escolares foram contemplados em projeto coordenado pela Secretaria de Mobilidade Urbana, que pagou até R$ 1.000 para entrega de cestas básicas para a população vulnerável. As costureiras de baixa renda também tiveram atenção reforçada, com o programa Costurando com Amor, que convocou estes profissionais para produção de máscaras de pano, posteriormente distribuídas de forma gratuita para a população. Na primeira fase, realizada no ano passado, o programa coordenado pelo Fundo Social de Solidariedade produziu e distribuiu mais de 800 mil máscaras.

O eixo de apoio ao trabalhador para reinserção no mercado de trabalho também foi uma das principais preocupações da Administração. Os serviços do Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda (CPETR) foram adaptados para atender digitalmente durante o período de isolamento social e presencialmente (com agendamento) durante o período de distanciamento. Foram encaminhadas 1.167 pessoas para vagas de emprego em 2020. Atualmente, o CPETR negocia a viabilização de R$ 190 mil no âmbito do Governo Federal, para ações de apoio ao trabalhador da cidade.

A própria Prefeitura de Santo André também contribuiu diretamente com a geração de empregos. Em 2021 foram contratados mil funcionários (500 mulheres e 500 homens) para a Frente Social de Trabalho. O objetivo do programa é beneficiar trabalhadores andreenses desempregados, que estão em situação de vulnerabilidade ou risco social, proporcionando ocupação, noções elementares de cidadania, qualificação profissional básica e renda, visando assim a preparação para reinserção no mercado de trabalho.

Ainda nas iniciativas de apoio à inserção no mercado de trabalho, o programa Escola de Ouro Andreense realizou iniciativas em parceria com o Senac e Senai que, além de capacitação, também forneceu bolsa auxílio de R$ 210 para cem beneficiados. Também foi criado o programa CapacitaTech, plataforma online que disponibiliza cerca de 7.000 opções de cursos de capacitação voltados às áreas de programação e TI&C, juntamente com 80 empresas e organizações que são referências na área, qualificando mão de obra para um setor de alta demanda de vagas de emprego. Os cursos disponíveis podem ser acessados no link http://bit.ly/capacitatech-santoandre.

Com programas de capacitação para o empreendedor reinventar sua estratégia de negócio frente aos desafios da pandemia, a Prefeitura de Santo André gerou oportunidades de capacitação profissional, redes de networking e programas de ampliação da competitividade e inovação, desenvolvendo no empreendedor competências para enfrentar os novos desafios da economia. O Circuito Andreense de Empreendedorismo, realizado juntamente com o Sebrae e com apoio da Acisa, beneficiou cerca de 450 pessoas em 31 oficinas. Já o programa Travessia Grande ABC, ação realizada juntamente com o Sebrae e Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, atendeu quatro setores e teve cerca de 170 participantes. Os programas possuem agenda já estruturada até o final deste ano, com oportunidades gratuitas de capacitação.

Durante este período, o Parque Tecnológico de Santo André manteve o Bureau de Serviços operacionalizando integralmente, oferecendo às empresas cerca de 140 serviços tecnológicos, além da promoção do programa de Inovação Aberta do HUB de Inovação, que já atendeu a 12 desafios tecnológicos das empresas Promiteon Tyre Group e Mercedes Benz, e já conta com as empresas do Pólo Petroquímico do ABC para lançamento dos desafios no segundo semestre. O Programa de Incubadora Solidária também se manteve operacional, beneficiando 36 empreendedores em condições de vulnerabilidade social, demonstrando que todos os portes e tipos de empresa estão sendo atendidos pelos projetos da Prefeitura.

A desburocratização também foi uma preocupação da Prefeitura. O foco foi em ampliar a agilidade e facilidade para formalização da empresa, com baixo custo, transparência e sistemas informatizados. Para isso, houve a manutenção de todos os atendimentos às empresas, facilitando a abertura de novos negócios, e a continuidade de 100% dos serviços do REDESIM-VRE, com tempo médio de viabilidade de somente três horas e de registro comercial em um dia e 17 horas, melhorando ainda mais a marca de 2020.

Contudo, o principal avanço da agenda de modernização e desburocratização foi a implantação do programa “Papel Zero” no licenciamento ambiental do Semasa, com a integração do sistema Acto na autarquia, o que levará a uma ampla integração dos processos de licenciamento da Prefeitura, fornecendo mais agilidade, transparência e eficiência no processo como um todo.

| Texto: Renan Muniz
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / 4433-0142
| Fotos: Helber Aggio/PSA

Última modificação emQuinta, 17 Junho 2021 21:48

Itens relacionados (por tag)

ATENDIMENTO
1 - Atendimento Presencial da Praça de Atendimento do Paço Municipal
Atendimento realizado mediante agendamento prévio pelo Portal de Serviços\Agendamentos ou pelo atendimento telefônico nos números 156 ou 0800 019 19 44
Prédio da Prefeitura Municipal - Praça IV Centenário,01 Térreo I , Centro
Horário: de segunda a sexta-feira das 07h as 18:45h.

2 - Atendimento Presencial Descentralizado
. Posto de Atendimento Paranapiacaba - Avenida Antônio Francisco de Paula Souza, s/n, Parte Baixa – Horário: de segunda a sexta feira 09h as 15h. Agendamento e Informações: 4439-1300
. Posto de Atendimento Parque Andreense - Rodovia Índio Tibiriçá, km 39,5, Parque Andreense – Horário: de segunda a sexta feira 09h as 15h. Agendamento: 4439-5005; Informações: 4439.5000 ou 4439-6542

3 - Atendimento Telefônico
. 156 ou 0800-0191944 - PABX: 4433-0111 - Horário: de segunda a sexta feira 08h as 17h.