Brasão da cidade de Santo André, Prefeitura de Santo André

Menu

Santo André imuniza mais de 2 mil pessoas no Dia D de vacinação contra gripe Destaque

Helber Aggio/PSA Helber Aggio/PSA

 Imunização ocorreu em sete unidades de saúde e em formato drive-thru no estacionamento do Paço Municipal

Santo André, 29 de maio de 2021 – A Prefeitura de Santo André realizou neste sábado (29) o Dia D da vacinação contra a gripe. A ação imunizou 2.002 pessoas entre gestantes e puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos de idade ou mais e professores das escolas públicas e privadas.

“Ampliar a adesão à vacinação contra a gripe é proteger a nossa gente, evitando complicações respiratórias que podem evoluir para casos de Covid-19. A vacina salva vidas e queremos imunizar toda a nossa gente. Por isso, a adesão é tão importante. E destinar um dia exclusivo para isso só destaca esta prioridade“, pontuou o prefeito Paulo Serra.

Segundo o secretário de Saúde, Márcio Chaves, a proteção contra o vírus da Influenza é muito importante para evitar complicações mais graves da gripe, principalmente neste momento em que se aproxima o período de inverno.

“Quando combatemos o vírus da Influenza, estamos contribuindo para diminuir as complicações, internações e as infecções causadas pela gripe. Isso ajuda no diagnóstico da Covid-19 e na diminuição do acesso aos equipamentos hospitalares, portanto, ficamos com mais tranquilidade para poder fazer o diagnóstico de coronavirus e poder fazer o uso das instalações para Covid”, explicou o secretário de Saúde.

A escolha dos públicos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). São priorizados grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A definição é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe.

“Gostaria de, sobretudo, chamar os idosos acima de 60 anos, que em Santo André ultrapassam o número de 100 mil, para aproveitar a oportunidade de se vacinar, porque é uma ajuda dupla no combate ao coronavírus”, completou Márcio Chaves.

Para as pessoas que não fazem parte do grupo prioritário, a orientação é que sejam adotadas medidas simples de prevenção para evitar a doença, como higiene do ambiente, etiqueta respiratória (como cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir), lavagem das mãos com água e sabão e uso do álcool em gel. Tais ações podem prevenir não só a gripe, como outras doenças, como a Covid-19.

A campanha seguirá até o dia 9 de julho nas 32 unidades de saúde do município, das 8h às 17h, de segunda a sexta.

Covid-19 - O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a Influenza conjuntamente. A pasta orienta que as pessoas que estiverem nos grupos prioritários procurem se vacinar antes contra a Covid-19. Especialistas recomendam um intervalo de pelo menos 14 dias entre a imunização contra coronavírus e a vacina contra a gripe.

Pessoas infectadas com a Covid-19 ou que receberam alta há menos de 28 dias não poderão tomar a vacina contra a influenza.

Texto: Rafaela Mazarin

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo