Menu

Logo 5 2017 SemSlogan

Live discute cuidados com crianças e adolescentes durante a pandemia

Live discute cuidados com crianças e adolescentes durante a pandemia Alex Cavanha/PSA

 Iniciativa, realizada pela Prefeitura em parceria com a Rede D'Or São Luiz, acontecerá na próxima segunda, às 19h30

Santo André, 30 de abril de 2021 - Stress, irritabilidade, falta de sono, ganho de peso. Esses são apenas alguns dos efeitos que a repentina privação de liberdade, a interrupção do contato social, sem contar questões como o luto e as dificuldades financeiras, têm provocado em crianças e adolescentes. 

Para informar profissionais do segmento escolar e prepará-los para o atendimento aos alunos afetados por essa nova realidade, na próxima segunda-feira (3), às 19h30, acontece a live “Os cuidados com a criança e o adolescente frente à pandemia”.

O evento é promovido pela Prefeitura de Santo André, por meio das Secretarias de Educação e de Desenvolvimento e Geração de Emprego, em parceria com a Rede D'Or São Luiz. A live pode ser acompanhada no YouTube, por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=A8wMY4joGQc.

Para falar sobre os impactos da pandemia na saúde dos mais jovens, a live terá a presença da coordenadora do setor da Pediatria e Ambulatório Pediátrico do Hospital Brasil, Dra. Camila Raquel Lambert Olivotti, e para abordar as consequências da pandemia no âmbito emocional, o evento conta com a participação da coordenadora do setor de psicologia do Hospital Brasil, Tatiana Tognolli Bovolini.

A mediação ficará a cargo da secretária de Educação, Cleide Bochixio, e do secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

De acordo com Banzato, a pandemia trouxe grandes desafios para o segmento escolar, com um impacto muito forte, principalmente, na rede infantil de educação. Segundo o secretário, com o início das aulas na rede particular, a expectativa é que o retorno das atividades escolares aconteça de forma permanente e consistente.

“Para que esse retorno consistente aconteça é preciso mobilizar e trazer o conhecimento a toda a comunidade escolar. Aqui estão incluídos os professores, gestores, colaboradores e familiares, que devem se engajar e estar cientes de como devem ser os procedimentos para o retorno, assim como a melhor forma de agir para uma retomada gradual e consciente”, disse Evandro Banzato.

O secretário acrescentou ainda que a conexão do poder público com a iniciativa privada tem sido fundamental na retomada das atividades presenciais nas escolas particulares. "Por isso é importante agradecer a Rede D'Or São Luiz em primeiro lugar, mas também a toda iniciativa privada e ao apoio das escolas particulares. A participação de todos é fundamental nesse momento”.

Na visão da secretária de Educação, Cleide Bochixio, o setor da educação teve de se adaptar muito rapidamente ao ensino remoto. Ela avalia que os professores tiveram de se reinventar e foi necessário realizar investimentos em tecnologia, mas é preciso também pensar no aspecto humano desse cenário.

“É importante ter em mente como estão nossos alunos física e emocionalmente e saber quais as ferramentas que temos para ajudá-los a atravessar estes tempos difíceis e seguir em frente, de forma saudável, no processo de aprendizagem”, completou Cleide Bochixio.

Última modificação emSexta, 30 Abril 2021 17:39

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo