Logo 5 2017

Menu

Prefeitura de Santo André interdita agência de modelos no Centro da cidade

Prefeitura de Santo André interdita agência de modelos no Centro da cidade


Estabelecimento, que presta serviço não essencial, estava funcionando com aglomeração de pessoas e foi multado

Santo André, 29 de abril de 2020 - A Prefeitura de Santo André interditou nesta quarta-feira (29) uma agência de modelos e eventos no Centro da cidade por desobediência às regras da quarentena. O estabelecimento estava funcionando normalmente, com a presença de dez funcionários e quatro mães com crianças, todos sem máscara. A empresa foi multada em R$ 2.478,36.

A interdição faz parte das operações de fiscalização que o município está realizando na cidade, tanto no período diurno, como noturno. As ações são feitas por meio de parceria entre o Departamento de Controle Urbano da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil.

A Prefeitura já promoveu mais de 20 operações de fiscalização que abrangem todos os bairros e núcleos habitacionais da cidade. As medidas aplicadas para quem não cumpre as restrições previstas nos decretos municipal e estadual são orientações verbais, notificações por escrito, multas, interdições, cassação de alvará e condução ao Distrito Policial.

Desde o início da fiscalização já foram emitidas mais de 400 notificações de caráter orientativo e punitivo. Do total de locais notificados, 13 foram interditados por serem reincidentes ou por estarem com aglomeração constatada em flagrante durante as operações. Até o momento, não houve registros de descumprimento de interdição.

As operações vão continuar durante todo o período que durar a quarentena em Santo André e são essenciais para a proteção dos munícipes. A população pode denunciar aglomerações em comércios e descumprimento das regras da quarentena pelo aplicativo Colab, pelo telefone 0800-0191944, pela Central de Atendimento do Semasa (telefone 115) ou ainda pelo Facebook do Semasa.

Texto: Guilherme Menezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo