Logo 5 2017

Menu

Santo André premia três melhores startups do programa Pitch Gov

Santo André premia três melhores startups do programa Pitch Gov


Projetos de educação e mobilidade urbana foram contemplados e em breve vão ajudar na solução de problemas da cidade

Santo André, 28 de novembro de 2019 – A Prefeitura de Santo André ganhou nesta quinta-feira (27) importantes aliados para a melhoria da gestão pública e desenvolvimento da cidade. Dentro do programa Pitch Gov – lançado em julho pela Prefeitura –, em uma final reunindo oito diferentes projetos, três startups foram premiadas com projetos que prometem auxiliar as demandas diárias da administração, facilitando o dia a dia e trazendo mais eficiência e resultados para o munícipe.

A mesa julgadora, composta pelo prefeito Paulo Serra, o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato, e ainda representantes dos parceiros (Colab, Sebrae e Vetor Brasil), escolheu como vencedora a “Árvore de Livros”, que recebeu o valor de R$ 30 mil de premiação. A startup traz uma maneira lúdica e facilitadora de desenvolver a leitura para crianças.

Em seguida veio a “Matific”, com o prêmio de R$ 20 mil, demonstrando uma importante ferramenta através de jogos eletrônicos que ensinam de forma prazerosa a matemática para crianças. Na terceira posição, com R$ 10 mil, o “Filho sem Fila” facilita o transporte das crianças para as escolas, dando mais segurança e agilidade aos pais e instituições.

“Muitas secretarias participaram da confecção desse programa e hoje finalizamos essa primeira parte, o primeiro passo. Agora é implementar cada programa e efetivamente melhorar a qualidade da gestão, e consequentemente a vida dos andreenses.Temos esta missão de redescobrir a vocação da cidade e eu acredito muito que a inovação e tecnologia sejam o caminho. Não vamos deixar de investir em programas como este para o crescimento da cidade”, comentou o prefeito Paulo Serra.

O Pitch Gov trouxe 11 áreas temáticas, passando por saúde, esporte, cultura, segurança, entre outros, e 20 startups se inscreveram para participar da concorrência. Destas, oito chegaram à final e puderam explanar os projetos para a banca examinadora, que avaliou o grupo através de pontos nos quesitos modelo de negócios, equipe, inovação, benefícios esperados e qualidade da apresentação, definindo os três vencedores.

Agora, todas as finalistas estão aptas a firmar o Termo de Cooperação com a Prefeitura para início dos testes. Não há transferência de recursos financeiros ou materiais por parte do município para as empresas. As mesmas serão convocadas para testes e as que alcançarem as metas definidas no Plano de Trabalho do Termo de Cooperação a ser assinado junto à Secretaria responsável receberão um certificado de participação e atestação técnica, demonstrando a capacitação tecnológica da mesma.

Concluído o período de testes e atestado o cumprimento das metas de desempenho previstas no Plano de Trabalho, a Prefeitura de Santo André, através do órgão da administração direta ou indireta interessado, poderá contratar o serviço ou protótipo testado na forma de encomenda tecnológica prevista em lei.

“Este é um marco para a cidade de Santo André. Estamos dando um salto de velocidade para contratar reais soluções para os problemas da cidade. Este é só mais um passo dentro dos programas que estamos inserindo e que vai ajudar na vida do munícipe”, definiu o superintendente da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Pedro Seno.

| Texto: Guilherme Menezes
| Foto: Helber Aggio/PSA

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo