Logo 5 2017

 

Menu

Caps de Santo André promove atividade terapêutica com usuários no circo Destaque

Caps de Santo André promove atividade terapêutica com usuários no circo

Ação estimula desenvolvimento de pacientes atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil


Santo André, 13 de agosto de 2019 - O Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (Caps IJ) de Santo André tem adotado diferentes formatos de tratamento, visando o desenvolvimento dos usuários do serviço. As crianças, adolescentes e jovens, que têm entre 2 e 18 anos de idade, puderam vivenciar uma experiência especial nesta semana: uma visita ao circo, em uma noite cheia de palhaçadas e gargalhadas.

A ação faz parte do rol de novas estratégias utilizadas pelo serviço de saúde mental do município, que é a realização de atividades externas. A dona de casa Ellen de Cássia Cardoso, de 39 anos, participou da visita acompanhando o filho Rafael, que tem diagnóstico de autismo. Foi a primeira vez que o garoto de 3 anos de idade foi ao circo e o resultado não poderia ter sido melhor. Todo orgulhoso, mostrando o balão que tinha acabado de ganhar, sua satisfação era demonstrada através de sorrisos e palmas.

“O autista tem dificuldade de integração social e essa atividade está sendo bem legal para a integração dele. Essa forma de cuidado é bem humanizada, significa que o Caps está olhando para fora da caixinha e está trazendo as crianças para uma parte social e de cultura que muitas vezes acabamos não tendo condição financeira para ir”, comentou a dona de casa.

A iniciativa foi possível por meio de uma parceria entre a Secretaria de Saúde e o Reder Circus. A estudante de psicologia Natália Pais Jasiulonis, de 24 anos, que faz estágio no Caps IJ e atualmente trabalha no Reder, intermediou a ação junto ao circo.

“Muito mais do que proporcionar um agradável passeio em família, o circo oferece lição de vida, resiliência, dedicação e persistência. Eu fiquei arrepiada ao ver tanta gente do Caps aqui. Isso é muito positivo pois consigo perceber que as crianças que não reagiriam assim em outros locais e que geralmente não param quietas ficam vidradas durante o espetáculo”, comentou a estudante.

Na avaliação da psicóloga do Caps IJ e uma das organizadoras da atividade, Cleusa Lopes di Berardini, o passeio “estimula a socialização, comunicação e emoções, permitindo a todos os usuários satisfação e qualidade de vida”.

A opinião é compartilhada pela coordenadora de saúde mental de Santo André, Marinês Santos de Oliveira. “A equipe vem realizando ações que ultrapassam os muros do Caps IJ, tecendo redes que vão além dos serviços de saúde, construindo verdadeiros processos de cuidado psicossocial das crianças e adolescentes e, consequentemente, de suas famílias”.

Caps IJ - O Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil atende crianças, adolescentes e jovens entre 2 e 18 anos de idade que apresentam, prioritariamente, intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida.

Dentro da sua rede de saúde, o município conta ainda com quatro Centros de Atenção Psicossocial (Caps) para o cuidado de pessoas adultas com sofrimento psíquico grave, seja decorrente de um transtorno mental ou pelo uso de álcool e outras drogas. Os quatro Caps funcionam 24h, com acolhimento de porta aberta das 8h às 18h, contando com leitos para acolhimento integral (internação) em situações de crise.

Caps Infantojuvenil | Rua Davi Campista, 220 - Vila Guiomar
Caps Vila Vitória | Rua Correia Sampaio, s/nº - Vila Vitória
Caps Jardim | Padre Manoel da Nóbrega, 123 - Centro
Caps Praça Chile | Praça Chile, 14 - Parque das Nações
Caps AD (Álcool e outras drogas) | Rua Gertrudes de Lima - 488 - Centro

 

Texto: Rafaela Mazarin

Foto: Angelo Baima/PSA

Última modificação emTerça, 13 Agosto 2019 18:33

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo