Logo 5 2017

 

Menu

Paranapiacaba recebe ações voltadas para a causa animal Destaque

Paranapiacaba recebe ações voltadas para a causa animal

Cães e gatos receberam coleiras contra pulgas e carrapatos, vacinação e cadastro para castração

Santo André, 15 de julho de 2019 - A Secretaria de Saúde de Santo André, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, realizou nesta segunda-feira (15) diversas ações voltadas para a causa animal em Paranapiacaba. O tradicional trabalho realizado pelo Departamento de Vigilância em Saúde contou neste ano com o reforço do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal, recém criado pela Secretaria de Meio Ambiente.

A parceria entre os departamentos está pautada principalmente na posse responsável, tratada com seriedade e comprometimento pela atual administração, que tem realizado o cadastro dos animais e registrado os seus tutores. “Esse trabalho em parceria fortalece os resultados no ganho na qualidade de vida, tanto dos animais domésticos, quanto dos munícipes que vivem na histórica Vila de Paranapiacaba”, destacou a diretora do Departamento de Vigilância à Saúde, Dra. Ana Lúcia Ferreira Oliveira Meira.

O encoleiramento protege os animais contra pulgas e carrapatos, transmissores de doença para animais e humanos, entre elas a febre maculosa. A vacinação também garante a qualidade de vida dos pets, e consequentemente, dos moradores da Vila. Na ocasião, foi realizado o cadastramento dos animais para a castração. Ao longo no ano, a Secretaria de Saúde pretende promover campanhas de castrações para a região.

A ação contou com a participação de quatro equipes fazendo busca ativa nas ruas e trabalho casa a casa. Além dos funcionários da Gerência de Controle de Zoonoses (GCZ) e do bem-estar animal, a iniciativa contou com a contribuição de moradores comprometidos com a proteção dos animais.

Causa animal – A Prefeitura de Santo André possui um amplo programa de castrações gratuito para cães e gatos aberto a todos os munícipes. São disponibilizados 300 procedimentos cirúrgicos por mês em clinicas particulares selecionadas por meio de licitação. Já foram realizados, nos 17 meses de programa, quase 5 mil procedimentos e a fila que existia foi eliminada. Hoje a espera existente é apenas o tempo de agendamento das clínicas.

Após o cadastro na Gerência de Controle de Zoonoses, a ficha é encaminhada para uma das clínicas conveniadas, onde em média o procedimento é feito entre 20 a 30 dias dependendo da demanda da clínica. Para castrar basta levar comprovante de residência, documentos de identidade (RG e CNH) e carteira de vacinação contra a raiva. Caso o interessado não possua a carteira, o animal poderá ser vacinado na GCZ.

Em março de 2017 a administração lançou a feira de adoção Eu Amo, Eu Adoto! Tradicionalmente realizada no último domingo de cada mês (exceto dezembro), na Tenda Azul do Parque Central, das 10h às 15h, a feira conseguiu um lar para mais de mil animais e já é considerada a maior feira, em número de adoções, do Brasil.

| Texto: Rafaela Mazarin

Última modificação emSexta, 16 Agosto 2019 15:08

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo