Logo 5 2017

 

Menu

Informação e Transparência

EncontrosM

  • Categoria: Museu
  • Acessos: 5700

Encontros

Tem o intuito de estreitar os laços com os pesquisadores, fortalecer a pesquisa sobre a região e propiciar ambiente favorável a novas pesquisas, o Museu vem se dedicando a realizar ações que possam divulgar as pesquisas já realizadas. Uma das estratégias para essa divulgação são os Encontros de Pesquisadores que ocorrem em abril de cada ano. São apresentados pesquisas e trabalhos que versam sobre a região do Grande ABC. O material proveniente desses Encontros fica disponível para consulta na Biblioteca do Museu.

As atividades são abertas ao público e promovem a discussão de temas relevantes da cidade, despertando a curiosidade com vistas a possibilitar reflexões e criar ambiente para novas pesquisas, imprescindíveis na ampliação do conhecimento sobre a cidade e sua gente. As palestras abordam pesquisas e/ou publicações cujos materiais ficam à disposição para consulta na Biblioteca do Museu. Destacam-se também as Atividades Especiais desenvolvidas para apresentar o patrimônio cultural de Santo André, com outras formas de linguagem e assim atender a necessidade de diferentes públicos, com espetáculos cênicos, performances, apresentações musicais, etc.

Essas diferentes abordagens visam oferecer condições para que o público se aproprie desse espaço de difusão do conhecimento sobre a cidade, com ações capazes de estabelecer diálogos mais consistentes junto à população. Nesse sentido, as avaliações realizadas pelos participantes das atividades demonstram que estas têm sido significativas para a sua formação e tem instigado a reflexão sobre a cidade e o papel do cidadão, oferecendo estímulo para se conhecer Santo André e valorizar o patrimônio cultural.

Assim, ressalta-se o potencial do museu como reconhecido espaço cultural da cidade envolvido na formação dos cidadãos e cuja parceria com os diversos segmentos sociais têm sido fundamental para garantir ações relevantes capazes não só de maximizar sua atuação e garantir acesso irrestrito, mas também oferecer aos participantes uma vivência envolvente e profunda, por meio de uma abordagem e experiência diferenciada daquelas que comumente são ofertadas no meio cultural.

Biblioteca

  • Escrito por Prefeitura de Santo André
  • Categoria: Museu
  • Acessos: 748

Biblioteca

A Biblioteca do Museu é especializada na história e memória de Santo André e do Grande ABC. Ali podem ser encontrados livros, trabalhos, teses, documentos, coleções de jornais, recortes de jornais e fotografias referentes às temáticas já apresentadas.

Os materiais estão à disposição de estudantes de Ensino Fundamental, Médio e Superior, além de pesquisadores e interessados em conhecer algo mais sobre a história da cidade.
O atendimento é realizado de acordo com as necessidades de cada consulente.

Alguns materiais, por sua raridade e seu valor histórico, estão apenas à disposição de pesquisadores que desejem se aprofundar em uma pesquisa. O mesmo ocorre com coleções de jornais e acervo fotográfico.

Exposições

  • Escrito por Prefeitura de Santo André
  • Categoria: Museu
  • Acessos: 411

Exposições

Essa é a forma de linguagem mais direta do Museu com o público. Nas exposições o visitante conhece ou reconhece o patrimônio cultural e o espaço no qual está inserido, visto que retratam aspectos culturais da cidade O Museu possui três formatos de exposição: exposições no próprio espaço do Museu, que podem ser temporárias ou de longa duração; exposições tipo Museu de Rua, que ficam instaladas em espaços abertos tais como praças, parques e calçadas e exposições em outros espaços de interesse cultural. A produção  pode ser feita em parceria com outras instituições.

Ação Educativa e Cultural

  • Escrito por Prefeitura de Santo André
  • Categoria: Museu
  • Acessos: 653

Programa de Ação Educativa e Cultural

Visa aproximar o público, tanto leigo quanto o especializado, do universo cultural do Museu de Santo André, promovendo a formação cultural do cidadão por meio de programação variada, com atividades baseadas na investigação, experiência, apreciação e reflexão. Para tanto, oferece palestras, cursos, encontros, workshops, oficinas e também visitas mediadas para grupos organizados ao Museu e ao Centro Cívico de Santo André, mediante agendamento prévio.

O Programa também estabelece parcerias com os diversos segmentos sociais em projetos educacionais sobre a cidade e/ou patrimônio cultura.

Dr. Octaviano Armando Gaiarsa - Patrono

  • Escrito por Prefeitura de Santo André
  • Categoria: Museu
  • Acessos: 916

Octaviano Armando Gaiarsa nasceu em 10/07/1911. A família italiana chegou em Santos em 1895. Logo vieram para Santo André e o avô Ottaviano foi trabalhar como foguista na Fábrica de Casemiras F. Kowarick. A avó, D. Maria, era costureira.

                      Seu pai, Ângelo, foi operário em fábrica de tecidos e, com a experiência adquirida, associou-se a seu irmão Bernardo e ao Coronel Alfredo Fláquer, criando a Fábrica de Colchas e Cobertores Alfredo Fláquer & Cia, em 1915. A fábrica funcionou até a década de 1970. Ângelo casou-se com Ana Apolônio e tiveram seis filhos. Entre eles, Octaviano Gaiarsa.

                      Octaviano fez o curso primário no recém inaugurado I Grupo Escolar, prédio hoje ocupado pelo Museu, e, como não havia curso ginasial na cidade, foi estudar no Lyceu Coração de Jesus, em São Paulo. Saiu de lá em 1929, bacharel em Ciências e Letras. Em 1932 ingressou na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e formou-se médico em 1937, profissão que exerceu durante mais de 30 anos, em clínica particular.

                      Casou-se em 1950, com Judith Martins e cinco são seus filhos: Ângelo, Fábio, Cláudio, Lucas e Caio.

                      Em 1947, candidatou-se a vereador pela UDN – União Democrática Nacional. Foi eleito e cumpriu mandato de 1948 a 1951. No ano seguinte, 1952, passou a fazer parte do quadro de funcionários da Prefeitura de Santo André, na área de Saúde e Assistência Social. Ali ficou até 1974.

                      Durante esse período, organizou por duas vezes o Guia de Ruas do município e, em 1969, iniciou estudos para a reformulação dos símbolos municipais. Sua proposta para a bandeira e brasão do município foi aprovada pela Câmara em 1972, os quais até hoje são os símbolos oficiais.

                      Octaviano Gaiarsa era, também, assíduo participante de atividades culturais, tendo sido sócio fundador, na década de 1950, do grupo de fotografia denominado Câmera Clube de Santo André e sócio fundador da Academia de Letras do Grande ABC, em 1977. Publicou vários livros durante sua vida, entre eles Atlas de Epigrafia, Minhas leituras e Brasões e Bandeiras do município de Santo André.

                      Sempre preocupado com a história da cidade, em 1968 escreveu o livro Santo André, a cidade que dormiu três séculos. O livro foi publicado pela Prefeitura de Santo André após a realização de concurso de monografias, em que Octaviano Gaiarsa sagrou-se vencedor.

                      Em 1992, A Prefeitura de Santo André publicou uma versão atualizada sobre a história de Santo André, de autoria de Octaviano Gaiarsa, com o nome Santo André, ontem, hoje e amanhã.

Cidadão

Servidores

Empreendedor