Logo 5 2017

 

Menu

Itens filtrados por data: Sexta, 15 Junho 2018

Prefeitura realiza mutirões para zerar fila de espera por exames laboratoriais

Cerca de 90 mil exames serão realizados até o final do mês, beneficiando 18 mil pessoas por meio do programa Saúde Fila Zero

Santo André, 16 de junho de 2018 – A Prefeitura de Santo André vai zerar, até o final do mês, a fila de espera por exames laboratoriais na cidade. O resultado será possível por meio de três mutirões do programa Saúde Fila Zero, que realizarão cerca de 90 mil exames, beneficiando 18 mil pessoas. O primeiro mutirão ocorreu neste sábado (16), em 17 unidades de saúde do município.

“Estamos continuando os mutirões do Saúde Fila Zero hoje e nos próximos dois sábados nós vamos zerar as filas de exames laboratoriais e alguns exames de imagem. Queremos neste ano zerar todas as filas. Além disso, com o Programa Qualisaúde, entregamos a UPA Bangu e teremos mais dez equipamentos pra gente construir uma saúde com mais qualidade na cidade de Santo André”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Os próximos mutirões ocorrerão nos dois últimos sábados do mês, dias 23 e 30 de junho. “É importante destacar que além deste mutirão para zerar os exames de análises clínicas, nós estamos atendendo os exames de imagem, tomografia já estamos zerados, já está sem espera, ultrassom de próstata também estará zerada este mês e na próxima semana vamos inaugurar o novo Centro de Diagnóstico no Centro Hospitalar Municipal, que também irá abrir uma agenda expressiva para exames de imagem”, destacou o secretário de Saúde, Marcio Chaves.

Criado pela atual administração no ano passado, o Saúde Fila Zero tem reduzido o tempo de espera para consultas e exames na cidade. Um exemplo é a redução em 45% o tempo de fila de espera por ultrassom. Tiveram a fila zerada exames como: curva glicêmica em gestantes, gasometria arterial, espermograma, tomografia, densitometria, mamografia e audiometria.

Texto: Daniele Vieira

Leia mais ...

Jovens do projeto Meninos de Ouro vivenciam dia de atletas profissionais no estádio Bruno Daniel

Pioneira no país, iniciativa lançada no ano passado ensina futebol e língua inglesa para alunos de 7 a 17 anos

Santo André, 16 de junho de 2018 – Integrantes do projeto Meninos de Ouro, que ensina futebol e inglês para crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos, participaram neste sábado (16) de evento no estádio Bruno José Daniel. O local recebeu partidas disputadas entre os próprios alunos que fazem parte do programa. A ideia foi proporcionar a experiência de um atleta profissional aos jovens, que utilizaram toda a estrutura do local, com direito a sessão de fotos.

“O incentivo ao esporte é uma das marcas da nossa gestão. Associar a prática esportiva ao aprendizado de um novo idioma, o inglês, é garantir um futuro melhor aos nossos jovens, capacitando-os para os desafios futuros tanto no âmbito acadêmico como na vida profissional. E o esporte desempenha este papel, sendo instrumento de transformação e inclusão social. Este é o legado que queremos deixar para a nossa cidade”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Lançado no final do ano passado, o Meninos de Ouro é uma iniciativa da Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Esporte e Prática Esportiva, em parceria com o Instituto Brasil e a Higher Bridge. Também participam do projeto a Coop e a EMS, por meio de leis de incentivo. A Prefeitura fornece os campos municipais e a estrutura para desenvolver o projeto.

A ação visa aumentar as habilidades dos jovens de Santo André, dentro e fora de campo. No futebol, cada garoto é instruído tecnicamente para melhorar sua performance, sempre orientados pelos técnicos e professores através da língua inglesa, assim aprendendo também um novo idioma. Cerca de 170 meninos já estão inseridos no projeto. Além do esporte, os meninos recebem uma apostila em inglês que serve de base para as atividades em campo. Cada aluno recebe atendimento semestral de oftalmologista, dentista e clínico geral, fornecido pela Prefeitura.

Texto: Daniele Vieira

Leia mais ...

Prefeitura promove votação e moradores do Sítio dos Vianas optam por construção de CRAS na praça Maria Mariano

Munícipes escolheram entre duas propostas, em consulta pública realizada neste sábado; imóvel que estava abandonado será recuperado e abrigará também um centro comunitário

Santo André, 16 de junho de 2018 – Neste sábado (16), a Prefeitura de Santo André realizou uma consulta pública para decidir o futuro da praça Maria Mariano, localizada no bairro Sítio dos Vianas. Os moradores da região deveriam escolher se o imóvel que ficou por anos abandonado no local seria demolido ou reformado para abrigar um CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) e um centro comunitário.

A votação ocorreu das 10h às 13h, por meio de cédulas, e a apuração aconteceu logo após o fechamento das urnas. Do total de 289 pessoas que votaram, 269 (93%) optaram pela proposta de reforma do imóvel e instalação do centro comunitário e do CRAS. Houve 15 votos pela demolição do prédio, e o restante de brancos e nulos.

Além disso, toda a praça Maria Mariano passará por obras de modernização. O processo da consulta pública foi feito de maneira transparente, marca da atual administração. Foram distribuídos panfletos para os moradores, realizadas reuniões e divulgação pelas redes sociais.

“Nossa gestão segue priorizando ouvir a nossa gente na busca pelas melhores soluções para Santo André. De maneira inédita, fizemos uma votação popular para definir o futuro da Praça Maria Mariano, no Sítio dos Vianas. A estrutura estava abandonada havia oito anos. Agora, vamos viabilizar a implantação de um CRAS para atender à comunidade, de acordo com o voto da maioria dos moradores do bairro. A participação popular é fundamental para construirmos a Santo André que queremos para o futuro", destacou o prefeito Paulo Serra.

O novo CRAS vai beneficiar diretamente os moradores do bairro, porque a região é hoje atendida pelo CRAS Vila Luzita, unidade distante e que já possui um grande volume de atendimentos. A criação do centro comunitário vai possibilitar que os munícipes tenham acesso a diversas atividades de educação, cultura, lazer e esportes. A estrutura do prédio está em boas condições para a instalação do CRAS e do centro comunitário. Os reparos necessários são na parte elétrica, portas e fiação.

“É muito importante ouvir os próprios moradores, para saber o real desejo da comunidade e proporcionar o direito de voz e participação na construção do projeto que melhor atenderá a necessidade da região”, afirmou o secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir.

Texto: Daniele Vieira

Leia mais ...
Assinar este feed RSS