×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 202

Logo 4 2017

 

Menu

Alunos da rede municipal agora enxergam melhor

Última etapa do programa ‘Educando com Visão’ foi realizada na manhã deste domingo (8); cerca de 700 crianças foram beneficiadas nas três fases

Santo André – 8 de dezembro de 2013 - O mundo se tornou mais nítido, colorido, divertido e fascinante na manhã deste ensolarado domingo (8). Pelo menos aos olhos das 205 crianças que ganharam óculos por meio do projeto Educando com Visão. Todos são alunos das Emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) de Santo André. A distribuição foi realizada no Camp Piero Pollone, entidade sem fins lucrativos.

Leia também: 
Pinguins põem ovos na Sabina Escola Parque do Conhecimento
‘Olimpíada Brasileira de Astronomia’ premia 99 alunos da rede municipal

Esta foi a terceira etapa do programa, que beneficiou ao todo cerca de 700 estudantes da rede municipal. Todas as armações foram oferecidas pelo Rotary Club de Santo André - Norte, e escolhidas por cada um dos alunos. “Mais de 5 mil crianças passaram por avaliação oftalmológica, portanto a ação foi extremamente positiva. Este trabalho interfere diretamente na relação ensino-aprendizagem. Quem não enxerga bem normalmente enfrenta dificuldades na escola”, avaliou o secretário de Educação, Gilmar Silvério.

Além do atendimento oferecido aos alunos da rede municipal, a administração da cidade pretende estender este benefício para toda a população. “Neste ano oferecemos tratamento e óculos para crianças de 51 escolas. Agora, a Prefeitura está procurando terreno para construir a Casa da Visão, que vai atender todos os nossos cidadãos”, projetou o prefeito Carlos Grana.

NO FUNDÃO DA SALA DE AULA – A estudante da Emeief Janusz Korczak, Gabriela Amaral, de 7 anos, ainda não usava óculos e enfrentava dificuldades para visualizar as lições na lousa. “As letras grandes eu conseguia enxergar. Mas quando era letrinha bem pequenininha, não. E eu tenho que sentar lá no fundo, por que sou quase a mais alta”, contou.

IMG 6500Gabriela (à direita) com óculos novos ao lado da mãe e da irmã mais nova - Foto: Diego Barros/PSA

Agora, com óculos novos, o problema de Gabriela está resolvido. E o Educando com Visão foi aprovado pela mãe, Mariana Amaral. “Agora ela não vai ter mais essa dificuldade. Com certeza ela vai aprender mais na escola. Essa iniciativa foi muito importante para nós.” 

‘EDUCANDO COM VISÃO’ – Em 2013, a parceria entre as secretarias de Educação, Saúde, Inclusão Social e o Rotary Club de Santo André – Norte possibilitou a realização de testes de visão em 4 mil crianças, do primeiro ano do ensino fundamental. Desde 2004, o projeto atendeu cerca de 2 mil alunos com exames oftalmológicos e contribuiu para corrigir problemas de visão de aproximadamente 1,2 mil estudantes de 7 a 10 anos.

Para o próximo ano, a Administração andreense organiza novos testes de acuidade visual para atender as crianças que começarão a frequentar o primeiro ano do ensino fundamental. A consulta também será realizada com alunos de outras séries com suspeita de problemas de visão, identificados pelas professoras em sala de aula.

Sobre a Secretaria de Educação
O ponto central da Pasta é o direito do cidadão à educação infantil e ao ensino fundamental de qualidade. A rede municipal de ensino é composta por 31 creches, 51 Emeiefs (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) e cinco Centros Públicos de Formação Profissional (CPFP).

Nas creches são atendidas atualmente 6,8 mil crianças de três meses a 3 anos de idade e 2.6 mil com idades entre 4 e 5 anos. Já nas Emeiefs, serão atendidas este ano 20,5 mil crianças de 6 a 10 anos e 8 mil de 4 a 5 anos.

Sobre a Secretaria de Saúde
Com recurso de R$ 384,1 milhões, a Secretaria de Saúde recebeu o maior repasse do orçamento total da Prefeitura de Santo André para 2013. O atual governo tem na Saúde uma de suas prioridades, inclusive com a construção de novos equipamentos públicos ao usuário do SUS (Sistema Único de Saúde), como o Hospital de Vila Luzita, que será criado para dar retaguarda às UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) 24 horas.

A rede de saúde municipal é composta por 33 USs (Unidades de Saúde), dois hospitais (Centro Hospitalar Municipal e Hospital da Mulher), três UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) 24 horas, quatro unidades de Pronto Atendimento 24 horas, três Centros de Especialidades Médicas, um Centro de Reabilitação Municipal, um Centro de Especialidade Odontológica, um Ambulatório de Moléstias Infecciosas, um Centro de Referência de Saúde do Trabalhador, um Centro de Terapia Comunitária e um laboratório de análises clínicas, além do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Na área de Saúde Mental, são quatro Naps (Núcleos de Atenção Psicossocial), um Caps (Centros de Atenção Psicossocial), quatro residências terapêuticas, duas repúblicas terapêuticas, um consultório na rua (veículo), Centro de Atenção à Saúde Mental e um Núcleo de Projetos Especiais.

Na área da Vigilância à Saúde, o município dispõe de divisões de Vigilância Sanitária, Epidemiológica, Controle de Zoonoses e Ambiental. A Secretaria de Saúde trabalha em parceria com a Faculdade de Medicina da Fundação do ABC, que oferece vários serviços e atendimentos à população. A Pasta também oferece apoio diagnóstico e terapêutico, desde municipal até terceirizado por meio de contratos e convênios.

Sobre a Secretaria de Inclusão Social
Responsável por gerenciar políticas públicas para pessoas em situação de vulnerabilidade, a Secretaria de Inclusão Social amplia oportunidades aos moradores que enfrentam qualquer tipo de desigualdade. O objetivo central é desenvolver programas para atender pessoas em situação de risco e oferecer apoio psicológico, socioassistencial e socioeducativo à população de todas as idades.

Parcerias com os conselhos municipais e ONGs (Organizações Não Governamentais) permitem o desenvolvimento de programas de proteção básica às famílias, transferência de renda, atenção à mulher, ao idoso e aos moradores com deficiências. Entre os serviços de referência oferecidos pelo município estão os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência para Pessoa com Deficiência, Centro de Referência da Pessoa Idosa, Centro de Atenção a População em situação de Rua - Casa Amarela, que presta serviços de apoio aos moradores em situação de rua, e Centros Comunitário Sacadura Cabral e Tamarutaca.

A respeito de Santo André
O município foi fundado oficialmente em 8 de abril de 1553. Com área de 174,38 km², está localizado no Grande ABC (Região Metropolitana de São Paulo), distante 18 km da Capital. A cidade é estratégica para o setor logístico, pois está inserida no principal polo econômico do país, próxima a algumas das principais rodovias estaduais e federais, as quais dão acesso ao Porto de Santos e aos aeroportos de Cumbica e de Congonhas.

Conforme último censo, divulgado em 2011, Santo André possui 678.486 habitantes. No mesmo ano, o PIB (Produto Interno Bruto) foi de R$ 16,9 bilhões, sendo o 29º maior do país e o 10º maior entre as cidades do Estado de São Paulo. O orçamento de 2013 é de R$ 2,4 bilhões.

Links:
Visite o site: www.santoandre.sp.gov.br
Facebook: www.facebook.com/PrefeituradeSantoAndre
Twitter: https://twitter.com/StoAndre


Mais informações para a imprensa:
Felipe Menezes – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (11) 4433-0115
Janaína Harada – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. – (11) 4433-0135

Última modificação emSegunda, 09 Dezembro 2013 11:01

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

post novo 02

Cidadão

Servidores

Empreendedor