Logo 5 2017

 

Menu

Santo André receberá reforço na Saúde com 12 novas ambulâncias

Santo André receberá reforço na Saúde com 12 novas ambulâncias

Dois primeiros veículos foram entregues nesta quinta-feira, junto com duas motolâncias; renovação da frota visa prestar atendimento com qualidade e agilidade

Santo André, 29 de novembro de 2018 – A cidade de Santo André passou a contar nesta quinta-feira (29) com duas novas ambulâncias de suporte avançado, além de duas motolâncias. Os novos equipamentos proporcionarão atendimento pré-hospitalar, oferecendo às vítimas os recursos necessários com a maior brevidade possível.

“Comemoramos mais estas entregas para a Saúde, contribuindo para serviços de qualidade que vão além de equipamentos físicos. Agora temos quatro motolâncias para servir a população e, além destas duas novas ambulâncias, teremos mais 10 que ainda estão por vir até o início do próximo ano. Isso é resultado de um trabalho efetivo neste um ano e 11 meses, já que Santo André não contava com equipamentos desta qualidade e suporte avançado”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Cada ambulância, doada pelo Ministério da Saúde, custou R$ 172 mil e conta com rede de oxigênio e ar comprimido, oxigênio portátil, duas pranchas longas, GPS, ar condicionado e toda infraestrutura elétrica, além de mobiliário de uma UTI Móvel. “Só conseguimos estas conquistas porque colocamos a casa em ordem, tendo vendido carros oficiais e trocando regalias por serviços públicos de qualidade, conquistando assim parcerias como esta com o governo federal”, reforçou o prefeito.

Devido à grande resolutividade e agilidade que a equipe da motolância tem oferecido à população andreense, a Guarda Civil Municipal de Santo André doou duas motos ao SAMU, que foram adequadas conforme legislação do Ministério da Saúde.

“Desde 2013 não contávamos com uma frota renovada. E agora passam imediatamente a servir a população. A partir de hoje ampliaremos o atendimento com motos no município de duas para quatro motos. Após a habilitação junto ao Ministério da Saúde, o município passará a receber de incentivo federal a quantia de R$ 7 mil por moto, ou seja, R$ 14 mil para custear as despesas com recursos humanos e manutenção”, destacou o secretário de Saúde, Márcio Chaves.

“Para atender melhor a cidade ampliaremos, por exemplo, mais uma equipe (dupla) nas motolâncias. Estamos ainda com um projeto inovador para atender as emergências escolares, garantindo agilidade e socorro imediato à população”, completou o coordenador de urgência e emergência do SAMU, Eduardo Fernando de Souza.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) tem como objetivo atender de forma rápida vítimas em situação de urgência ou emergência, reduzindo desta forma o sofrimento e os riscos de sequelas ou morte. Por meio do número 192, a Central de Regulação Médica recebe em média 8 mil ligações ao mês. Muitas das chamadas recebidas são solucionadas de forma remota, pois as equipes possuem capacitação técnica e são altamente qualificadas e preparadas para prestar o primeiro atendimento em qualquer situação.

Santo André conta com três tipos de equipes: Unidade de Suporte Avançado de Vida, composta por médico, enfermeiro e condutores; Suporte Básico de Vida, com técnico/auxiliar de enfermagem e Condutor; e as motolâncias, que contam com enfermeiros que realizam uma média de 3 mil atendimentos mensais.

Texto: Caroline Terzi  
Fotos: Helber Aggio/PSA

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo