Logo 5 2017

 

Menu

Santo André vai informatizar toda a rede municipal de saúde Destaque

Prontuários em papel serão digitalizados Prontuários em papel serão digitalizados Júlio Bastos/PSA

Implantação de sistema, que já funciona nos equipamentos modernizados pelo Qualisaúde, permitirá que qualquer unidade tenha acesso de forma unificada ao histórico médico do paciente

Santo André, 7 de novembro de 2018 - A Prefeitura de Santo André oficializou nesta quarta-feira (7) o início do processo de informatização de toda a rede de saúde municipal, dentro do programa Qualisaúde. Com a instalação do sistema SissOnline, qualquer serviço de saúde da administração municipal terá acesso de forma unificada ao histórico médico do paciente, haverá higienização dos cadastros duplicados do Cartão SUS, instalação de totens de senha e será possível verificar o tempo de espera para atendimento de cada usuário nas unidades.

A transição terá como modelo o funcionamento da UPA Bangu, Clínica da Família Jardim Cipreste e Policlínicas Campestre e Bom Pastor, equipamentos recém-modernizados e qualificados pelo programa, onde o sistema já opera.

As primeiras pessoas a receberem a notícia foram os diretores e coordenadores dos serviços vínculados à Secretaria de Saúde. Cerca de 70 pessoas assistiram a uma apresentação sobre a modernização na manhã desta quarta-feira, no Auditório Heleny Guariba. Estes profissionais serão facilitadores e multiplicadores de informação durante as visitas técnicas nas unidades, que começam a partir desta quinta-feira (8).

O prefeito Paulo Serra compareceu ao evento e projetou benefícios não só para os usuários, como para as contas do Executivo. “Hoje damos um passo importante e complexo para a reestruturação da rede. Além de ofertar um atendimento mais ágil e organizado para os nossos munícipes, essa iniciativa tem um outro aspecto econômico-financeiro interessante. Nos locais onde já fizemos a informatização, já percebemos que aumentamos a transparência, a nossa prestação de contas e a capacidade de financiamento da saúde com o governo federal", afirmou.

"Nós perdemos muitos recursos em outros anos por ter um processo desorganizado. Dessa forma, além do recurso municipal, com um reforço de orçamento por verba da União poderemos não só nos preocupar com o custeio, com a manutenção dos nossos serviços, mas também com inovação e novos investimentos”, complementou o prefeito.

Dentro da modernização serão implantados prontuários eletrônicos. Os históricos que estão em papel nos arquivos dos equipamentos serão digitalizados e as consultas feitas a partir do funcionamento do sistema já serão gravadas diretamente no cadastro correspondente ao usuário. “Essa melhoria não será apenas em um tipo de serviço, mas em toda a rede, desde policlínicas, passando pelos CAPS, até mesmo nas UPAs. A informação será universal para nossa rede. Nossos projetos funcionarão de forma integrada”, avaliou o secretário de Saúde, Márcio Chaves. A cidade possui, ao todo, 70 equipamentos de saúde, entre Atenção Básica, Especializada, Hospitalar, Urgência e Emergência e outros.

Para a implantação do sistema, custeio mensal, aquisição de novos equipamentos e capacitação dos funcionários, a Secretaria de Saúde projeta um investimento total para os três próximos anos de R$ 6 milhões, por meio de um contrato permanente, via Fundação do ABC.

Texto: Bianca Fontes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo