Logo 5 2017

 

Menu

Santo André reforça procedimentos de saúde da mulher e realiza força-tarefa para zerar fila Destaque

Santo André reforça procedimentos de saúde da mulher e realiza força-tarefa para zerar fila Alex Cavanha/PSA

Mais de mil pacientes farão cirurgias de laqueadura, sling e histeroscopia nos próximos meses

Santo André, 6 de novembro de 2018 - A espera de três anos para conseguir realizar a cirurgia finalmente acabou para Terezinha Ferreira dos Santos Santana, de 39 anos. A moradora do Sítio dos Vianas é uma das 600 pacientes que farão laqueadura dentro da força-tarefa do programa Saúde Fila Zero, iniciada nesta terça-feira (6) pela Prefeitura no Hospital da Mulher. Na mesma ação, ao longo dos próximos meses serão realizadas ainda, 500 cirurgias sling (tratamento para incontinência urinária) e 140 histeroscopias (exame utilizado para visualização da cavidade uterina).

Nesta terça, as pacientes fizeram a coleta para os exames de pré-operatório. O agendamento das cirurgias será feito a partir desta quinta-feira (8). “Nem acreditei quando recebi a ligação, eu e meu esposo ficamos muito felizes”, disse Santana, que já é mãe de duas crianças.

“Quando eu soube do tempo de espera para atender essas demandas fiquei impressionado. É isso que a nossa gestão trabalha para não acontecer mais. Nós não podemos mais deixar as pessoas esperando tanto tempo para receber o retorno do serviço público. Todas nossas ações na área da Saúde, como reformas, ampliação das ofertas, modernização da rede, é justamente para que o nosso munícipe tenha uma resposta rápida quando precisa. Aos poucos vamos recuperando o orgulho de ser andreense”, avaliou o prefeito Paulo Serra.

A ampliação dos atendimentos não permanecerá apenas durante a força-tarefa, de acordo com a Secretaria de Saúde. De agora em diante, o número de laqueaduras e cirurgias sling realizadas no Hospital da Mulher saltará de 80 para 230 por mês. Além disso, a histeroscopia passa a fazer parte pela primeira vez do rol de exames realizados neste serviço. Antes as solicitações eram apenas atendidas em serviços de referência, como o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), na Vila Luzita.

A força-tarefa faz parte do esforço da atual gestão para zerar as filas de espera por exames e melhorar o fluxo de atendimento das demandas na área da Saúde. No primeiro semestre de 2018, outros mutirões do programa aconteceram nas unidades de Atenção Básica do município e no Centro Hospital Municipal Dr. Newton da Costa Brandão (CHM). Na ocasião, foram realizados 195 mil exames entre ultrassom, coleta de sangue, parasitológico e urina.

No último mês, a administração também deu início aos atendimentos noturnos no CHM. Até dezembro, o local receberá, das 17h às 22h, mutirões de atendimento nas especialidades de dermatologia, neurologia adulto e neurologia pediátrica.

O programa Saúde Fila Zero foi lançado em 2017, com o objetivo de resolver a extensa fila herdada de espera por exames e consultas no município, que em dezembro de 2016 era de 128 mil solicitações paradas. O projeto atua em três frentes - mutirões, compensações tributárias por meio de prestação de serviços e a retomada do Hospital Dia.

Texto: Bianca Fontes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo