Logo 5 2017

 

Menu

Munícipes de Santo André iniciam atividades na Frente Social de Trabalho

Munícipes de Santo André iniciam atividades na Frente Social de Trabalho

Programa de zeladoria oferece oportunidades de trabalho para cidadãos desempregados e que estão em situação de risco social

Santo André, 31 de outubro de 2018 – A Prefeitura de Santo André recebeu nesta quarta-feira (31) os primeiros convocados pelo programa de zeladoria Frente Social de Trabalho (PFST), um dos pilares do programa “Família Andreense". O objetivo deste projeto é conceder atenção especial aos trabalhadores andreenses desempregados, que estão em situação de vulnerabilidade ou risco social, proporcionando ocupação, noções elementares de cidadania, qualificação profissional básica e renda, visando assim a preparação para reinserção no mercado de trabalho.

"Importante que todos tenham oportunidade, ainda mais nos ajudando a cuidar da cidade. Temos que dar renda para as famílias e por isso esse programa é fundamental. Quando o cidadão está trabalhando, a família está melhor, a cidade anda melhor e tudo gira da melhor forma, sendo para o bem de todo mundo", comentou o prefeito Paulo Serra.

O participante do programa recebe um auxílio pecuniário no valor de um salário mínimo, transporte integral, refeições, cesta básica, além de seguro contra acidentes para desenvolver trabalhos de limpeza, zeladoria, entre outros. Foram abertas mais de 2 mil vagas, que serão preenchidas conforme a necessidade da administração. De início foram chamados 300 trabalhadores, sendo 150 homens e 150 mulheres, com 5% sendo destinados para pessoas com deficiência.

O contrato é de um ano, podendo ser renovado por mais dois anos pelo edital e mais três pelo cadastro social, após avaliação trimestral. Os que se destacarem serão indicados para vagas abertas no CPTER (Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda).

A ação ganhou ainda mais força com o objetivo primordial de formação do trabalhador, reduzindo a hora de trabalho de oito para seis horas diárias e incluindo duas horas de cursos para o participante do programa. As mais diferentes áreas estão englobadas nas atividades, como aulas de noções básicas para eletricista, carpinteiro, pedreiro, jardinagem, gastronomia ou ainda voltadas para o social como os direitos do cidadão, saúde, prevenção de doenças, entre outros.

A Frente Social de Trabalho bateu recorde absoluto de inscritos. Cerca de 14,6 mil pessoas concorreram às oportunidades de trabalho. Mais nomes serão chamados de acordo com a necessidade do município.

Texto: Guilherme Menezes      

Foto: Helber Aggio/PSA

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo