Logo 5 2017

 

Menu

Comitê Integrado de Segurança discute implantação de novas tecnologias e câmeras no combate ao crime

Comitê Integrado de Segurança discute implantação de novas tecnologias e câmeras no combate ao crime Helber Ággio/PSA

Grupo que integra forças policiais realiza reuniões mensais para análise do mapa do crime em toda a cidade

Santo André, 22 de outubro de 2018 – O Comitê Integrado de Segurança (CIS), que reúne as forças policiais (Polícias Militar e Civil), a Guarda Civil Municipal (GCM) e representantes do setor das mais diversas esferas, realizou nesta segunda-feira (22) um novo encontro na sede do CPA/M-6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitano), na Vila Guiomar, para conhecer as novas tecnologias de análise do mapa da criminalidade, além de discutir a implementação de 250 novas câmeras na cidade para um combate ao crime cada vez mais efetivo.

A Prefeitura de Santo André está finalizando os trâmites legais para a compra e instalação destes novos equipamentos, o que triplicará a capacidade de monitoramento de ruas, avenidas e os grandes corredores. Estas imagens ficarão concentradas em uma moderna central que integrará a comunicação com a Polícia Militar, Civil e GCM. As novas câmeras também serão determinantes para ampliar a cobertura do Programa Detecta na cidade, reduzindo os índices de roubo de veículos. A administração trabalha com a expectativa de finalizar o processo, que contempla a compra e instalação, já no começo do próximo ano.

O prefeito Paulo Serra esteve presente no CPA/M-6 e participou da reunião que contou com a apresentação da tecnologia utilizada pelas Polícias Militar e Civil para mapeamento bairro a bairro. “Nos próximos seis meses seremos a cidade mais monitorada do Brasil, com a instalação de 250 câmeras totalmente integradas. Estamos nos procedimentos legais para a contratação de novos GCMs, de novas viaturas, tudo isso para proporcionar uma sensação de segurança cada vez maior para nossa gente. A população clama por mais segurança e nós estamos realizando o nosso papel”, destacou.

Resultados - O Comitê Integrado de Segurança realiza diversas operações por toda a cidade, como a Operação Delegada Municipal, que coloca GCMs em plantões escalonados em regime de hora extra para reforçar a segurança em bairros da cidade e a Ponto Seguro, que atua nos pontos de ônibus, com foco na proteção ao trabalhador que precisa pegar transporte coletivo muito cedo. A Sono Tranquilo também colabora para a diminuição da perturbação do sossego e no combate aos chamados pancadões. A Prefeitura participa ainda de todas as ações realizadas pela PM e Polícia Civil, como as operações Força Metropolitana e Saturação, que percorrem todas as regiões da cidade.

Como parte dos esforços para garantir mais segurança aos munícipes de Santo André, a Prefeitura investe também na readequação do antigo prédio que abrigava o CIC (Centro Integrado de Cidadania), localizado no bairro Jardim do Estádio, onde funcionará o atendimento 24 horas do 6º DP. A expectativa é de que no início de 2019 o local seja entregue à população, possibilitando que os moradores do entorno não precisem mais se deslocar até o centro da cidade para lavrar boletim de ocorrência fora do horário comercial. A medida beneficiará diretamente mais de 150 mil residentes da região.

A medida beneficiará, inclusive, a atuação dos Guardas Civis Municipais, que dentro desta nova proposta, reduzirão os deslocamentos para outros distritos policiais para apresentação de ocorrências. O espaço vai abrigar também a Inspetoria da GCM. Entre as diversas medidas que a atual gestão tem adotado está também a instalação da nova sede do 41º Batalhão da Polícia Militar, no Jardim Paraíso. A administração vai realizar obras de readequação em um prédio pertencente à Prefeitura, que incluem intervenções hidráulicas, elétricas, pintura, colocação de cobertura e serviços de acessibilidade. O prédio está localizado no cruzamento das ruas Curupaiti e Ibirá.

A valorização do servidor público também é marca da gestão, pois após uma espera de 28 anos, a Guarda Civil Municipal de Santo Andre oficializou seu novo estatuto, que reorganiza cargos e classes dos agentes de segurança. Com a modernização da legislação, foi possível criar novas categorias salariais e perspectivas de crescimento profissional na carreira em níveis, de acordo com o tempo de serviço público e critérios de conduta e disciplina da corporação. A elevação nos ganhos poderá chegar a 70% do salário-base destes profissionais.

Texto: Daniel Betega

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo