Logo 5 2017

 

Menu

Serviços de telefonia lideram reclamações no Procon de Santo André Destaque

Serviços de telefonia lideram reclamações no Procon de Santo André Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Quase metade das reclamações registradas no órgão durante o primeiro semestre foram resolvidas em fase preliminar

Santo André, 13 de julho de 2018 – O Procon de Santo André, órgão de defesa do consumidor, consolidou o balanço de atendimento do primeiro semestre deste ano. No levantamento, dos 7.794 atendimentos realizados de janeiro a junho de 2018, foram apontados como principais reclamados os serviços de telefonia móvel e fixa (16,32%) e banco comercial e cartão de crédito (15,61%). Em seguida, aparece o grupo que engloba escolas e também agências e operadoras de viagens (14,79%).

Embora liderem as queixas, as empresas de telecomunicações também são as que mais dão retorno aos reclamantes, registrando o índice de resposta de 98,2% em 2018. Outro dado importante é que do total de atendimentos realizados no Procon de Santo André no primeiro semestre deste ano, 3.629 reclamações, ou seja, 46,56% das demandas já foram resolvidas em fase preliminar. Isso significa que esses conflitos entre o consumidor e o ofertante, graças a mediação do órgão, foram solucionados antes de se tornem possíveis processos administrativos ou ações judiciais.

“Por ser o Procon um órgão respeitado pelos fornecedores, muitas vezes por um contato telefônico ou expedição de uma carta de informações preliminares o consumidor consegue a solução de um caso que demandaria anos na Justiça. Não conseguindo a solução no atendimento preliminar, ainda temos a segunda etapa, que é uma audiência de tentativa de conciliação, que demora menos de 60 dias com grande chance de êxito”, explica a diretora do Procon de Santo André, Doroti Gomes Cavalini.

No mesmo período do ano passado, o órgão havia registrado 7.590 atendimentos. As principais queixas foram nas áreas de telefonia móvel e fixa (20,40%), banco comercial e cartão de crédito (13,42%) e escolas e seguros (12,75%). Também em 2017, do total de reclamações no primeiro semestre, 3.362 foram resolvidas na fase preliminar, o que corresponde a 44,29%.

Atendimento - Para ser atendido no Procon de Santo André, o munícipe deve se dirigir à sede do órgão, localizada na rua Arnaldo, 49, na Vila Bastos. É necessário que o consumidor seja morador da cidade. Para situações de primeiro atendimento, o horário é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com distribuição de senhas. Vale lembrar que não existe agendamento prévio. O consumidor interessado deve trazer cópias do RG e do CPF, além do comprovante de residência no nome da pessoa e os documentos referentes à queixa. Caso o titular da reclamação não possa comparecer, deve fazer uma procuração simples para ser representado no atendimento.

São vários os tipos de serviços disponíveis no Procon. O atendimento pode se dar por uma simples consulta, ou seja, com uma orientação para esclarecer dúvidas e também pode ser feito o atendimento preliminar (aquele que por meio de um contato telefônico o Procon consegue solucionar a demanda do consumidor). Outro tipo de serviço é a emissão de uma Carta de Informações Preliminares, narrando os fatos relatados pelo consumidor. Passadas essas etapas e caso o problema não tenha sido solucionado, o órgão agenda audiência de tentativa de conciliação. A partir deste momento, as reclamações se tornam um processo administrativo, podendo constar no cadastro de reclamações fundamentadas atendidas ou não atendidas.


Texto: Bianca Fontes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo