Logo 5 2017

 

Menu

Jogos Regionais preparam próxima geração do basquete profissional Destaque

Jogos Regionais preparam próxima geração do basquete profissional Alex Cavanha/PSA

Equipes de Santo André e Mauá se enfrentaram no Ginásio Celso Daniel nesta quinta-feira

Santo André, 5 de julho de 2018 - Nesta quinta-feira (5), o time de basquete masculino de Santo André enfrentou e a equipe sub-20 do município vizinho, Mauá, no Ginásio Celso Daniel. Embora não tenha vencido a partida, a equipe andreense, formada por jogadores sub-17, mostrou que nem sempre o resultado do placar é o único motivo para sair ou não vitorioso de um jogo.

Além da diferença média de idade entre os times, um dos jogadores do Santo André, Victor Augusto Duarte Gascon, estreou nos Jogos Regionais com apenas 14 anos de idade. O camisa 07, que atua na posição de ala-pivô, começou a praticar o esporte há apenas um ano e já conquistou a oportunidade de disputar ao lado de jogadores mais experientes. O placar final foi de 88 a 33 para o time mauaense.

“Para um adolescente que nunca jogou basquete, ele evoluiu muito em um ano. Com esse crescimento, demos a oportunidade no ano passado dele jogar no sub-15 e ele já virou praticamente titular. Agora, demos essa oportunidade nos Jogos Regionais. Ele tem suas dificuldade por conta da pouca experiência, mas ele é uma pessoa que tem muita força de vontade, treina muito”, explica o técnico responsável pelo sub-15 andreense, Mauro Toledo Martins.

Embora o resultado da partida não fosse favorável ao time, o jovem de 1,92 metro de altura comemora sua participação. “Pra mim é uma honra, um menino de 14 anos jogar um sub-17. É muito prazeroso representar Santo André nessa competição, que tem tanta tradição”.

Também foi destaque na partida a atuação do armador Matheus Brito de Souza. Já mais experiente do que o colega – veste a camisa azul há quatro anos –, o jogador de 16 anos, embora ocupe uma posição que normalmente não pontua tanto, mas sim articula as jogadas, foi responsável por 13 dos 33 pontos do time e fez a maioria dos passes que culminaram nas cesta da equipe coordenada pelo técnico Rafael Luiz Souza “Chocolate”.

“Nós nos sentimos vitoriosos por participar, é uma experiência importante para todos nós. Para o próximo jogo, a equipe também tem uma vantagem física, são maiores, mas nós vamos tentar usar a agilidade a nosso favor”, comenta Matheus. Santo André terá sua última chance de classificação no jogo contra a equipe da Praia Grande, nesta sexta-feira (6), às 10h, no Ginásio Celso Daniel.

Texto: Bianca Fontes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor