Logo 5 2017

 

Menu

Prefeitura inicia reforma na UPA Perimetral para desafogar atendimento no CHM Destaque

Prefeitura inicia reforma na UPA Perimetral para desafogar atendimento no CHM Ricardo Trida/PSA

Ordem de serviço para início das obras foi assinada nesta quinta-feira (28) pelo prefeito Paulo Serra

Santo André, 28 de junho de 2018 - Na tarde desta quinta-feira (28), o prefeito Paulo Serra assinou a ordem de serviço para início das obras de modernização da UPA Perimetral, que está fechada desde abril de 2016. A unidade fica na rua Agenor de Camargo, na Vila Assunção, e será reaberta até o final do ano, adequada ao padrão Qualisaúde. Antigamente chamada de UPA Centro, a unidade teve o nome alterado para UPA Perimetral para evitar confusão com a UPA Central, que está em funcionamento.

Quando for reaberta, a UPA Perimetral servirá para desafogar o pronto-socorro do Centro Hospitalar Municipal Dr. Newton da Costa Brandão, absorvendo parte dos atendimentos realizados no hospital. "Quando aconteceu o fechamento dessa unidade, há mais de dois anos, não foi feito projeto para ele, simplesmente encerraram as atividades nesse endereço e abriram a UPA Central e dessa forma, não houve aumento no número de UPAs da cidade", afirmou o prefeito Paulo Serra.

Na visão do chefe do Executivo, o fechamento da UPA Perimetral na gestão anterior acabou impactando negativamente no atendimento prestado no CHM. "Isso porque os pacientes com casos mais simples passaram a procurar atendimento num hospital que tem outra função, que é de ser retaguarda para casos graves, de internação. A reabertura da UPA Perimetral melhora o fluxo nossa Santa Casa, devolvendo a qualidade que tanto queremos para ela”, comentou.

A UPA Perimetral será reformada com recursos do Executivo, na ordem de R$ 1,6 milhão, pela Ponto Forte Construções e Empreendimentos LTDA. O espaço contará com 32 leitos e quatro consultórios. Sobre a projeção de atendimentos, o secretário de Saúde, Márcio Chaves, reforçou o impacto na rede com a adição dessa unidade.

"Há uma previsão de que sejam feitos 15 mil atendimentos mensais na UPA Perimetral. Hoje, esse número está distribuído em outros serviços, sobrecarregando eles. Essa redistribuição de atendimentos servirá para melhorar a qualidade e o fluxo de trabalho nos serviços de urgência e emergência da cidade, impactando em todos eles, e reforçando a região central, por onde circula um grande número de pessoas e em um local bem acessível”, afirmou o secretário Márcio Chaves.

Texto: Bianca Fontes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor