Logo 5 2017

 

Menu

Prefeitura promove votação e moradores do Sítio dos Vianas optam por construção de CRAS na praça Maria Mariano

Prefeitura promove votação e moradores do Sítio dos Vianas optam por construção de CRAS na praça Maria Mariano Alex Cavanha/PSA

Munícipes escolheram entre duas propostas, em consulta pública realizada neste sábado; imóvel que estava abandonado será recuperado e abrigará também um centro comunitário

Santo André, 16 de junho de 2018 – Neste sábado (16), a Prefeitura de Santo André realizou uma consulta pública para decidir o futuro da praça Maria Mariano, localizada no bairro Sítio dos Vianas. Os moradores da região deveriam escolher se o imóvel que ficou por anos abandonado no local seria demolido ou reformado para abrigar um CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) e um centro comunitário.

A votação ocorreu das 10h às 13h, por meio de cédulas, e a apuração aconteceu logo após o fechamento das urnas. Do total de 289 pessoas que votaram, 269 (93%) optaram pela proposta de reforma do imóvel e instalação do centro comunitário e do CRAS. Houve 15 votos pela demolição do prédio, e o restante de brancos e nulos.

Além disso, toda a praça Maria Mariano passará por obras de modernização. O processo da consulta pública foi feito de maneira transparente, marca da atual administração. Foram distribuídos panfletos para os moradores, realizadas reuniões e divulgação pelas redes sociais.

“Nossa gestão segue priorizando ouvir a nossa gente na busca pelas melhores soluções para Santo André. De maneira inédita, fizemos uma votação popular para definir o futuro da Praça Maria Mariano, no Sítio dos Vianas. A estrutura estava abandonada havia oito anos. Agora, vamos viabilizar a implantação de um CRAS para atender à comunidade, de acordo com o voto da maioria dos moradores do bairro. A participação popular é fundamental para construirmos a Santo André que queremos para o futuro", destacou o prefeito Paulo Serra.

O novo CRAS vai beneficiar diretamente os moradores do bairro, porque a região é hoje atendida pelo CRAS Vila Luzita, unidade distante e que já possui um grande volume de atendimentos. A criação do centro comunitário vai possibilitar que os munícipes tenham acesso a diversas atividades de educação, cultura, lazer e esportes. A estrutura do prédio está em boas condições para a instalação do CRAS e do centro comunitário. Os reparos necessários são na parte elétrica, portas e fiação.

“É muito importante ouvir os próprios moradores, para saber o real desejo da comunidade e proporcionar o direito de voz e participação na construção do projeto que melhor atenderá a necessidade da região”, afirmou o secretário de Cidadania e Assistência Social, Marcelo Delsir.

Texto: Daniele Vieira

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo