Logo 5 2017

 

Menu

Projeto incentiva leitura e interpretação de texto nas escolas de Santo André

Projeto incentiva leitura e interpretação de texto nas escolas de Santo André

“Ler Faz Bem” vai beneficiar cerca de 26 mil alunos de 4 a 10 anos; formação de profissionais aconteceu nesta terça-feira

Santo André, 27 de fevereiro de 2018 - Desenvolver o desejo não apenas de ler, mas também de escrever e interpretar textos já nos anos iniciais da criança na escola, ou seja, a partir da educação infantil. Esse é o objetivo principal do projeto “Ler Faz Bem”, que chegará às escolas da rede municipal de Santo André em março, beneficiando cerca de 26 mil alunos a partir da educação infantil até o último ano do ensino fundamental I. Nesta terça-feira (27), 90 profissionais da Secretaria de Educação, entre assistentes pedagógicos e coordenadores, participaram da atividade de formação do projeto, que aconteceu no Centro de Formação de Professores Clarice Lispector, na Vila Matarazzo.

Estes profissionais têm a missão de repassar para os outros professores todo o potencial de informações que podem ser exploradas em sala de aula por meio do conteúdo disponibilizado no material do “Ler Faz Bem”. Cada aluno da rede receberá uma pasta contendo um livro em formato grande, com textos simples para serem lidos pela criança juntamente com o professor ou com os pais, um livro de passatempos e brincadeiras e uma revista em quadrinhos.

O conteúdo de cada kit varia de acordo com a faixa etária do estudante. São quatro versões de kit do projeto, desenvolvidos para estimular os alunos de acordo com as características da fase em que se encontram (4 e 5 anos, 6 e 7 anos, 8 e 9 anos e acima de 10 anos). Já os professores receberão todos os livros para as quatro faixas etárias, além de um livro de atividades práticas para reforçar os conteúdos, com um CD-ROM e um livreto com 100 planos de aula. Serão 1.020 professores participando do programa.

De acordo com a secretária de Educação, Dinah Zekcer, este é um recurso para facilitar a construção do saber das crianças, por meio de um conjunto de ações que envolvem o planejamento das atividades, a formação pedagógica dos coordenadores e professores, a entrega dos materiais e aplicabilidade para as crianças, e também na busca pela ampliação da participação da família na vida da criança e no acompanhamento contínuo de todo o programa.

“A Prefeitura investe cada vez mais no aluno, contribuindo agora com o material adicional para a leitura. Toda informação adquirida pela criança nesta fase vai refletir em todo o processo de aprendizagem ao longo da vida. E a ação 'Ler Faz Bem' vai ajudar o profissional da área com a uma ação didática mais efetiva dentro da sala de aula”, acrescentou Dinah.

Texto: Paola Zanei
Fotos: Alex Cavanha/PSA

Última modificação emTerça, 27 Fevereiro 2018 20:28

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo