Logo 5 2017

 

Menu

Musical Alma Latina, com Tânia Alves, é a atração do Teatro Municipal neste sábado

Musical Alma Latina, com Tânia Alves, é a atração do Teatro Municipal neste sábado Divulgação/ PSA

 

Atividade com músicas de Carnaval e exposições também estão na agenda do fim de semana

Santo André, 15 de fevereiro de 2018 – O Teatro Municipal Antônio Houaiss apresenta neste sábado (17), às 20h30, o musical ‘Alma Latina’. O espetáculo tem participação de Tânia Alves e Ramon Montagner e direção de Fernando Cardoso. A programação do fim de semana tem ainda uma atividade com músicas de Carnaval, na Biblioteca da Vila Floresta, e exposições.

Em ‘Alma Latina’, Tânia Alves interpreta canções que se tornaram ícones da música romântica, como ‘Brigas’, de Altemar Dutra, ‘Fica Comigo Esta Noite’, de Nelson Gonçalves e ‘Que Será?, de Dalva de Oliveira. O repertório traz ainda outros sucessos do rádio com hits da Bossa Nova, um medley do ídolo Roberto Carlos e outros sucessos de Rita Lee e Caetano Veloso, além de canções em espanhol. As marchinhas de Carnaval encerram o espetáculo. Indicação: 12 anos. Ingressos R$ 60 e R$ 30 à venda na bilheteria do teatro (Praça IV Centenário, s/n, Centro), ou em www.bilheteriaexpress.com.br.

Também no sábado, a partir das 14h, na Biblioteca da Vila Floresta, será realizada mais uma Roda de Leituras e Cantorias, que neste mês terá uma edição especial com músicas de Carnaval. O endereço é Rua Parintins, 344. Grátis.

E no domingo os grupos de dança do ventre do CEU das Artes Jardim Marek Professor Acylino Bellisomi se apresentam a partir das 16h30. O endereço é Rua Engenheiro Alfred Heitzmann Júnior, s/n. Grátis.

Exposições – Na Casa do Olhar, está em cartaz a exposição ‘Códigos’, do artista Alexandre Frangioni. As obras são códigos com tamanho aproximado de 1x1 metro, construídos a partir de materiais provenientes dos espaços a elas relacionadas. A proposta é, a partir da leitura do código QR, levar o público a um espaço virtual que representa um espaço físico específico e os dados e imagens fornecidas neste espaço virtual foram levantados junto às próprias entidades. Para a realização do trabalho, foram escolhidos espaços culturais da cidade, neste passeio virtual e real pela arte. Visitas até 3 de março, de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 15h. O endereço da casa é Rua Campos Sales, 414, Centro. Grátis.

No Salão de Exposições do Paço Municipal, o público pode conferir ‘Decadente: Daniel Camatta 10 anos’. Trata-se de uma retrospectiva do artista andreense cujo trabalho tem sido marcado pela criação de peças artísticas e musicais de forma independente. Esta mostra, com curadoria de Milca Ceccon, busca a produção destes anos com o que mais recente o artista produz. Visitas gratuitas até 16 de março, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. O endereço é Praça IV Centenário, s/n, Centro.

E esta é a última semana da exposição ‘A Cidade de Santo André Vista pelo Olhar da Cultura Rock’, em cartaz na Casa da Palavra Mário Quintana. Organizada pela artista Crys Clenched, a mostra promove o encontro entre o olhar cultural e estético do rock com o imaginário, história, paisagem a arquitetura da cidade. Visitas gratuitas até sábado (17), das 9h às 17h. O endereço da casa é Praça do Carmo, 171, Centro.

Museu – No Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa segue em cartaz ‘A Origem dos Nomes dos Municípios Paulistas’. A exposição itinerante do Museu da Língua Portuguesa surgiu a partir do livro de mesmo nome, escrito pelo jornalista e artista plástico Enio Squeff, em coautoria com Helder Perri Ferreira (2004).

A exposição ‘Resíduos da Cor’, do fotógrafo David Rego Jr., pode ser conferida na Sala Especial do museu. As imagens foram feitas há 20 anos ao fotografar resíduos de tinta automotiva despejadas no antigo Lixão do Alvarenga.

No local está em cartaz também ‘Dá para imaginar? Se as coisas não tivessem evoluído’, com objetos de uso cotidiano e do trabalho que as novas gerações não conheceram, como a vitrola e a máquina de escrever. De maneira divertida a mostra procura fazer com que o visitante reflita sobre a importância da evolução tecnológica. E para quem conheceu estes objetos, é uma oportunidade de relembrar e matar a saudade. Visitas de segunda a sexta-feira das 8h30 às 16h30, e sábados das 9h às 14h30. O endereço é Rua Senador Fláquer, 470, Centro. Grátis.

Lazer – Para quem curte andar de bicicleta, uma boa opção é a ciclofaixa de lazer, no domingo, das 7h30 às 13h30. O roteiro tem cerca de 4 km pelo Centro da cidade, passando pelo Paço Municipal.

Outra opção é a Ludoteca do Parque Prefeito Celso Daniel, que funciona de terça-feira a domingo das 9h às 12h, e das 13h às 16h30. O parque está localizado na Avenida Dom Pedro II, 940, no Bairro Jardim. Grátis. E no Parque Chácara Pignatari é possível visitar a Brinquedoteca, aberta de terça-feira a domingo, das 9h às 16h30. O endereço é Av. Utinga, 136, Vila Metalúrgica. Grátis.

A agenda cultural da cidade é uma realização da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Santo André. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 4433-0652. Ou no site: culturaz.santoandre.sp.gov.br.

Texto: Marcos Imbrizi

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor