Logo 5 2017

 

Menu

Prefeitura começa a entregar kits de material escolar no primeiro dia de aula

Material escolar será distribuído para mais de 30 mil crianças Material escolar será distribuído para mais de 30 mil crianças Ricardo Trida/PSA

 Emeief Demercindo da Costa Brandão, no Camilópolis, com cerca de 520 alunos, foi a primeira a receber os itens


Santo André, 7 de fevereiro de 2018 - Nesta quarta-feira (7), primeiro dia de aula da rede municipal de ensino, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Educação, deu início à entrega dos kits de material escolar. A cidade conta hoje com 52 Emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) e 35 creches, que atendem mais de 30 mil alunos, com idade até 10 anos. A primeira escola a receber os itens foi a Emeief Demercindo da Costa Brandão, no bairro Camilópolis, que na tarde desta quarta recebeu a visita do prefeito Paulo Serra para a entrega das primeiras pastas contendo o material.

“Durante muito tempo os moradores desta região comentavam que ninguém olhava para o segundo subdistrito, do qual o Camilópolis faz parte, por isso escolhemos esta escola para começar a entrega. Assim, também mostramos uma mudança de conceito, mudança de gestão”, afirmou o prefeito Paulo Serra, durante a cerimônia de entrega dos itens, que reuniu pais e alunos.

A Emeief Demercindo da Costa Brandão atende hoje cerca de 520 crianças. Nos próximos dias, as demais escolas também receberão os kits. “É uma grande satisfação para mim poder entregar este material hoje, no primeiro dia de aulas. No ano passado conseguimos entregar os kits graças a um grande esforço da administração, apesar dos problemas, do endividamento que foi herdado. Mas a qualidade do kit não era a ideal”, comentou o prefeito.

Para Sueli Patrício da Sílva, mãe dos alunos Samuel, de 6 anos e Éric, de 8 anos, a qualidade do material é muito importante. “Como o Éric é autista, alguns tipos de material mais resistente facilitam o uso e evitam que os itens estraguem muito rapidamente”, destacou. “Há uma porção de gastos, inclusive por causa dos tratamentos, que pesam bastante no orçamento e por isso a possibilidade de receber o material é um alívio muito grande”.

“Este ano estamos entregando itens de melhor qualidade, que atendem mais as expectativas e desejos que a gente quer de qualidade do serviço público, especialmente na educação”, acrescentou o prefeito Paulo Serra. “A gente sabe que formação de professores é importante, a merenda de qualidade, a estrutura das escolas, tudo é importante, mas a entrega do material no primeiro dia tem um simbolismo que é o de estimular as crianças a voltarem a entender a importância de vir para a escola aprender e ter uma boa formação. Que elas saibam que esse espaço, apesar de ser público, tem boa qualidade e que esse material não deve nada para nenhuma escola particular”, finalizou. O investimento para aquisição do material, que comporá seis conjuntos diferentes de itens, é de cerca de R$ 4 milhões.

“O material escolar é uma motivação a mais para as crianças quererem voltar a escola, terem uma visão positiva sobre a importância de voltar aos estudos, querer aprender. Muitas não tem apoio em casa, as famílias que não têm estrutura, ou conseguem transmitir os valores relacionados a importância da escola, e os materiais, podendo ser usdados desde o início do ano, são um fator a mais para que as crianças se sintam valorizadas e valorizem a escola”, disse Regina Gomes Bezerra de Almeida, de 37 anos, mãe de Leonardo Bezerra de 5 anos e de Heloísa, de 8 anos.

Foto: Ricardo Trida/PSA

Texto: Paola Zanei

Última modificação emQuarta, 07 Fevereiro 2018 18:39

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor