Logo 5 2017

 

Menu

Prefeitura inicia construção de mais uma creche

Unidade é uma das quatro creches que tiveram as obras retomadas neste ano Unidade é uma das quatro creches que tiveram as obras retomadas neste ano Ricardo Trida/ PSA

 Unidade no Jardim Alzira Franco terá capacidade para atender 320 criancas com idade entre 0 e 3 anos; previsão de término da obra é de um ano e meio

Santo André, 31 de outubro de 2017 - Nesta terça-feira (1º) o prefeito Paulo Serra assinou ordem de serviço para o início das obras de mais uma creche, a Guaratinguetá I, no Jardim Alzira Franco. A unidade, localizada na avenida Guaratinguetá, terá capacidade para atender 320 alunos com idade até três anos. “Esta é a quarta creche que entra em obras este ano. Aqui vamos começar do zero. É mais um passo na direção de cumprir o nosso compromisso de entregar dez unidades até 2020”, afirmou Paulo Serra. A previsão de finalização da obra é de um ano e meio.

A nova creche Guaratinguetá I receberá investimentos da ordem de R$ 6 milhões, por meio do programa do governo federal Proinfância. As outras unidades cujas obras já começaram são a creche Cata Preta, com a construção partindo do zero, e as unidades no Jardim Rina e no Jardim Santo André, que tiveram a construção retomada pela atual administração. “Esperamos destravar a construção de todas as dez unidades até o primeiro semestre do ano que vem, com previsão de entrega de duas no ano que vem (Jardim Rina e Jardim Santo André)”, destacou o prefeito Serra.

Serão construídas ainda duas creches no Jardim Mirante, uma no bairro Tamarutaca, uma no Parque Erasmo Assunção (rua Jorge Beretta), outra no Jardim Santo André (rua Cazuza) e mais uma na rua Guaratinguetá. Estas unidades haviam sido programadas na administração anterior para serem construídas por meio do programa Proinfância, em que o MEC (Ministério da Educação) arca com 75% dos custos das creches e o município com os 25% restantes. A construção das unidades, porém, foi paralisada porque a Prefeitura, na época, interrompeu o repasse para o governo federal, fazendo com que o Ministério da Educação suspendesse o envio de verbas para Santo André.

Em fevereiro, o Prefeito Paulo Serra esteve em Brasília e renegociou a retomada das obras, apresentando as ações que estavam sendo implementadas para regularizar a situação financeira do município. “A situação econômica do município era difícil e ainda é. Este ano já pagamos R$ 189 milhões de dívidas. Foram R$ 100 milhões de restos a pagar para fornecedores que prestaram serviços para a prefeitura até dezembro de 2016 e R$ 89 milhões de precatórios. Pouco a pouco a cidade vai retomando o ritmo de investimento”, acrescentou.

Guaratinguetá I – Com capacidade para atender 320 crianças, a creche Guaratinguetá I terá 2.859,50 m² de área construída e vai abrigar sete salas de aula, três berçários, sala multimídia e brinquedoteca, além de toda estrutura de creche, como lactário e lavanderia. Ao lado desta unidade, será construída a Guaratinguetá II, que tem a mesma configuração, e também atenderá aproximadamente 320 crianças.

Ambas as unidades ficam atrás de uma creche já em funcionamento no local, chamada Manoel Campestrini. “Nessa região temos uma demanda muito grande por creches por conta do conjunto habitacional construído aqui ao lado. E o nosso plano é, com as duas creches em funcionamento, transformar esta unidade mais antiga em Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental), para criar um complexo educacional que atenda todo o ciclo, da creche ao 5º ano do fundamental”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Texto Paola Zanei

Foto Ricardo Trida

 

Última modificação emTerça, 31 Outubro 2017 20:31

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor