Logo 5 2017

 

Menu

Santo André registra melhor desempenho na geração de emprego do ABC

Santo André registra melhor desempenho na geração de emprego do ABC Júlio Bastos/PSA

De acordo com dados do Caged, município teve saldo positivo de 912 novos postos de trabalho em julho

Santo André, 18 de agosto de 2017 – Entre as sete cidades do ABC, Santo André foi a que teve melhor saldo de criação de empregos em julho. Segundo dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, o município fechou o balanço mensal com 912 novos postos de trabalho, 835 a mais em comparação com o mês anterior.

Ao todo, foram 5.791 admissões contra 4.879 demissões em julho. Os setores que mais se destacaram em abertura de vagas foram Serviços, com 442 contratações no último mês e Indústria da Transformação, com 198. O destaque nos serviços foi “Serviços Médicos, Odontológicos e Veterinários”, com 276 vagas preenchidas. Na indústria, o destaque pelo segundo mês consecutivo foi a “Indústria da Borracha”, que contratou 135 novos trabalhadores.

Segundo o balanço, a segunda cidade que mais gerou emprego foi São Bernardo, com 621 novos postos de trabalho, seguido por São Caetano, com 508 novas vagas. Em julho, o ABC gerou 2.539 novos empregos. Com essa recuperação no volume de contratações, o saldo de empregos no ano de 2017, que estava negativo em 4.185 vagas, passou para 1.646. O saldo continua negativo, porém, se a criação de empregos se mantiver neste ritmo nos próximos meses, a região poderá zerar o saldo ainda em 2017.

O secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Ailton Lima, afirma que gerar mais vagas de emprego é uma das prioridades da atual administração. "Santo André começa a comemorar resultados positivos de ações estratégicas voltadas ao desenvolvimento econômico e o Caged aponta isto. Ficamos felizes pelo resultado para a cidade e continuamos nosso trabalho para que o município siga caminhando rumo ao crescimento edesenvolvimento", disse o secretário.

O Caged foi criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O cadastro serve como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais. A divulgação dos balanços é feita mensalmente.

Renan Muniz

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor