Logo 4 2017

 

Menu

Feira de Economia Solidária acontece na Prefeitura nesta quarta

 

Vinte microempreendedores participam do evento que ocorre no Térreo 1, piso do estacionamento; haverá barracas de alimentação e de produtos artesanais

Santo André, 18 de abril de 2017 - Tapioca, sucos naturais, fogazza, acarajé, bonecas, panos decorados e toalhas de mesa em crochê. Estes são apenas alguns exemplos de produtos que poderão ser encontrados na Feira de Economia Solidária que acontece nesta quarta-feira (19), na Prefeitura de Santo André, mais precisamente no Térreo 1 (que tem acesso pelo estacionamento), no corredor em frente ao Departamento de Tributos. Serão instaladas 20 barracas, sendo nove de alimentação e 11 de artesanato.

Segundo a diretora do Departamento do Trabalho, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia, Maria de Lourdes Lopes, a iniciativa tem como objetivo apresentar para os funcionários e também para os munícipes que freqüentam o prédio da Prefeitura uma parte do trabalho realizado pelo Programa de Economia Solidária de Santo André. Todos os empreendedores que integrarão a feira estão inscritos no programa e participam das duas feiras fixas que acontecem às terças-feiras, no Largo do Bonfim, no Parque das Nações, e às quintas-feiras na rua Senador Flaquer, em frente ao Cine Teatro Carlos Gomes, no Centro.

Programa de Economia Solidária - O programa conta atualmente com 30 empreendedores incubados em Santo André e mais quatro da Vila de Paranapiacaba, além de 16 em processo de pré-incubação. A Economia Solidária é fruto de um convênio firmado com o governo federal, através da SENAES (Secretaria Nacional de Economia Solidária), para ações que promovam a humanização das relações de trabalho como estratégia de desenvolvimento, além de estimular o associativismo, a organização socioeconômica local, a formalização e dar apoio técnico à gestão dos empreendimentos.

Os incubados ficam no programa cerca de 3 anos, até adquirirem autonomia para se desenvolverem. Nesse período o programa orienta, promove a formalização, estimula novas ideias e fomenta a renda. Além disso, é fornecida toda a logística e também o empréstimo das barracas para a realização das feiras. Os empreendedores que participam do programa podem, ainda, expor seus produtos de artesanato na Loja Solidária, que fica no piso 1 do Atrium Shopping. Para os incubados na área de alimentação é disponibilizada a Casa da Economia Solidária, que está situada na na antiga Padaria dos Mendes, na Parte Baixa da Vila de Paranapiacaba. Lá, aos finais de semana, são comercializados produtos de Cambuci feitos pelos incubados da Vila. Os incubados da Economia Solidária também participam de eventos realizados pela Prefeitura.

Para participar do programa o empreendedor deverá ser morador do município de Santo André e respeitar alguns critérios exigidos no convênio. Uma das exigências é que os produtos devem ser 80% artesanais, ou seja, o empreendedor deve fazer artesanalmente seus produtos. Os interessados devem fazer sua inscrição no CPESOL (Centro Público de Economia Solidária), na rua Campos Sales, 570, no Centro, para que possam participar de um curso de formação para a pré-incubação. A inserção no programa da Economia Solidária será gradativa. Mais informações pelos telefones 4459-7273 / 7270.


Mais informações para a imprensa
Assessoria de imprensa
Paola Zanei: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

post novo 02

Cidadão

Servidores

Empreendedor