Logo 4 2017

 

Menu

Santo André organiza treinamento de urgência e emergência em parceria com o INCOR

Santo André organiza treinamento de urgência e emergência em parceria com o INCOR

 

“1º Simpósio de Emergências Cardiovasculares do SAMU de Santo André”

marcou início dos trabalhos do Núcleo de Educação em Urgências

O Departamento da Rede de Atenção às Urgências e Emergências da Prefeitura de Santo André – órgão que gerencia o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no município – organizou em 8 de abril, na Faculdade de Medicina do ABC, o “1º Simpósio de Emergências Cardiovasculares do SAMU de Santo André”, cujo tema central foi “Transformando Ciência em Sobrevivência”. Destinado a médicos, equipes de enfermagem e demais profissionais de saúde interessados na área, o evento das 8h às 13h30 teve parceria com o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (INCOR-HCFMUSP) e contou com participação do Diretor do Laboratório de Treinamento e Simulação em Emergências Cardiovasculares, Dr. Sérgio Timerman.

“Este evento marca o início do Núcleo de Educação em Urgências do SAMU de Santo André. Nossa intenção é promover a educação e salvar vidas. Assumimos há somente três meses e o SAMU já tem uma nova cara. Mas isso é só o começo”, garantiu a coordenadora regional do SAMU de Santo André, Dra. Cyla Cipele.

A secretária de Saúde de Santo André, Dra. Ana Paula Peña Dias, lembrou da feliz coincidência entre a data do simpósio e o aniversário da cidade. “Este é um momento muito feliz, pois realizamos um evento tão importante justamente no 8 de abril, aniversário de Santo André. A Secretaria de Saúde tem o olhar muito cuidadoso com a área de urgência e emergência. Por essa razão, desde o início da gestão temos realizado ampla reestruturação no SAMU”, detalhou a secretária.

A presidente da Fundação do ABC, Dra. Maria Bernadette Zambotto Vianna, parabenizou a iniciativa e comemorou o início do Núcleo de Educação em Urgências: “Sou uma médica totalmente apaixonada pela área de urgência e emergência. Sou ‘samuzeira’, licenciada no momento, pois não teria como conciliar a rotina de plantões com os compromissos na FUABC. Mas meu coração está na urgência e emergência, tanto intra como extra-hospitalar”, afirmou a gestora, ao completar: “Quem trabalha na rua tem que estar preparado para todos os tipos de situação. Nós, do SAMU, fazemos bem nosso trabalho porque contamos com o apoio de inciativas como esta, de capacitação e educação permanente”.

SIMPÓSIO DO SAMU

Entre as atividades desenvolvidas no “1º Simpósio de Emergências Cardiovasculares do SAMU de Santo André” estiveram a conferência “Transformando Ciência em Sobrevivência”, com a realidade das paradas cardiorrespiratórias no ambiente pré-hospitalar, e os “Guidelines 2015: atualizações nos algoritmos”, com dados a respeito de Suporte Básico de Vida e sobre Suporte Avançado de Vida em Cardiologia. Também houve palestras sobre “Uso de betabloqueadores em emergências cardiológicas”, “Síndrome Coronariana Aguda (SCA): do pré-hospitalar à sala de emergência” e “O que esperar das diretrizes 2020”, além de duas simulações: “Como ficaram os algoritmos de SBV e SAVC?” e “Taquicardias estáveis e instáveis”.

“Nosso objetivo é abrir espaço para a atualização profissional, disponibilizando gratuitamente cursos e treinamentos aos profissionais do ABC. Esse tipo de atividade em educação permanente é fundamental para a qualificação dos serviços e oferece o que há demais atual na área de urgência e emergência”, descreve o diretor do Departamento da Rede de Atenção às Urgências e Emergências de Santo André, Dr. Roberto Picarte Milani, que garante: “O bom atendimento à população necessita de capacitação permanente. A educação continuada é uma das missões do SAMU e teremos um Núcleo de Educação em Urgências muito ativo. Essa é nossa proposta”.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Cidadão

Servidores

Empreendedor